Glossário de ingredientes NIVEA

GLOSSÁRIO DE INGREDIENTES

A-E

Acetato de Tocoferol

O acetato de tocoferil, também conhecido como acetado de vitamina E, é uma forma sintética desta vitamina. A Vitamina E tem efeito antioxidante e amaciante em preparos cosméticos, reduz os danos à pele por radiação UV e previne o surgimento de manchas da idade e o envelhecimento precoce da pele.

A vitamina E é encontrada naturalmente em alguns alimentos e à venda no mercado em suplementos alimentares. “Vitamina E” é

o nome coletivo de um grupo de compostos solúveis em gordura com distintas ações antioxidantes para proteção dos produtos cosméticos.

A vitamina E natural existe de oito formas químicas diferentes (alfa, beta, gama e delta-tocoferol e alfa, beta, gama e delta-tocotrienol), com níveis variados de atividade biológica. O alfa-tocoferol (ou α-tocoferol) é a única forma que se saiba atender às necessidades humanas. O acetato de tocoferol é um derivado sintético da vitamina E natural.

ÁCIDO ACRÍLICO / POLÍMERO CRUZADO DE VP

O Polímero Cruzado de VP/Ácido Acrílico faz a caracterização de polímeros sintéticos utilizados, normalmente, como agente espessante em fórmulas à base de água ou na estabilização de emulsões, como cremes ou loções. Esse ingrediente dá à pele uma sensação leve e macia. Trata-se de um polímero utilizado, ainda, para suspensão de pigmentos em produtos de maquiagem ou de proteção solar.

ÁCIDO ASCÓRBICO

“Ácido ascórbico” é outro nome para a vitamina C. No corpo humano, ele está presente em muitos processos, sendo, portanto, vital. As frutas e vegetais são suas principais fontes, especialmente a acerola, frutas cítricas, salsinha, pimenta, kiwi, cinórrodo, brócolis e agrião.

ÁCIDO CÍTRICO

Os alfa-hidroxiácidos (abreviação: AHAs) são um grupo de ingredientes como o ácido láctico e o ácido cítrico. Os AHAs são encontrados em frutas como uvas e limões, bem como na cana-de-açúcar e no leite. Conhecidos por serem ácidos de frutas, são usados em baixas concentrações para acelerar o processo normal de esfoliação da pele.  O resultado é a troca das células da superfície seca da pele, melhorando sua aparência e sensação ao toque.

ÁCIDO DE COCO

O Ácido de Coco é uma mistura natural de ácidos graxos, que contém ácidos graxos de cadeia média derivados do óleo de coco (Cocos Nucifera). O ácido de coco tem seu uso em produtos de cuidados com a pele, como ingrediente surfactante/purificante, emoliente e emulsificante. Além disso, ele hidrata a pele, mantendo-a suave e com boa elasticidade. Sua absorção é vagarosa, preservando o frescor por mais tempo.

ÁCIDO EICOSANÓICO

O ácido eicosanóico é um ácido graxo saturado de cadeia longa encontrado na manteiga de amendoim e em fungos anaeróbicos. O ácido eicosanóico é encontrado em fórmulas usadas como surfactantes na fabricação de sabões e cosméticos.

ÁCIDO ESTEÁRICO

O Ácido Esteárico é um ácido graxo de cadeia longa, incolor e ceroso. Esse valioso ácido graxo saturado pode ser obtido a partir de fontes vegetais, o que o torna ideal para uso em fórmulas naturais. Em emulsões, o ácido esteárico é um eficaz estabilizador, espessante e amaciante, que contribui para a rica textura do produto final. Ele ajuda a criar uma espuma rica, com toque aveludado. Essa propriedade o torna ideal para uso em espumas de barbear. Em fórmulas de sabões, purificadores e shampoos, os derivados do ácido esteárico funcionam como espessantes que ajudam a solidificar as fórmulas. Ele também ajuda a eliminar o aspecto ralo e escorregadio dos sabões diluídos em água. Usado como condicionador protetor em fórmulas de shampoos, o ácido esteárico deixa os cabelos suaves, leves e lustrosos.

ÁCIDO FENILBENZIMIDAZOL SULFÔNICO

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

ÁCIDO GLICIRRETÍNICO

O Ácido Glicirretínico deriva-se das raízes da planta chinesa licorice Glycerrhiza glabra (alcaçuz). Esse ingrediente pode proteger a pele dos danos celulares causados pela radiação UV e auxiliar no mecanismo de reparo do DNA da própria pele. O Ácido Glicirretínico tem propriedades antioxidantes, antimicrobianas e anti-inflamatórias.

ÁCIDO LÁTICO

O ácido lático é um ácido alfa-hidroxiácido, que pertence ao grupo dos fatores hidratantes naturais, contendo propriedades hidratantes e também ceratolíticas. O Ácido Lático apresenta um efeito hidratante. Ele reduz a descamação da pele e equilibra seu pH. Além disso, combate os sintomas da pele seca. O Ácido Lático apresenta também efeitos comedolíticos. Ele  inibe a formação de comedões, ajudando a pele liberar a pele morta e, assim, prevenir o entupimento dos folículos. Portanto, combate os sintomas da acne. Os alfa-hidroxiácidos (abreviação: AHAs) são um grupo de ingredientes, como o ácido láctico e o ácido cítrico. Os AHAs são encontrados em frutas como uvas e limões, bem como na cana-de-açúcar e no leite. Conhecidos por serem ácidos de frutas, são usados em baixas concentrações para acelerar o processo normal de esfoliação da pele. O resultado é a troca das células da superfície seca da pele, melhorando sua aparência e toque.

ÁCIDO LÁURICO

O ácido láurico é um dos diversos ácidos graxos encontrados no óleo de coco e outras gorduras naturais, com múltiplos usos na área de cosméticos.  É utilizado de forma ampla como base em agentes de limpeza corporal e cada vez mais em função de sua ação calmante para a pele. Sabe-se que atua como ingrediente restaurador da pele, atuando para enriquecer a superfície epidérmica, proporcionando uma hidratação revitalizante, mantendo assim a pele suave, macia e com boa elasticidade.

ÁCIDO LEVULÍNICO

O ácido levulínico, bem como o respectivo levulinato de sódio (o sal sódico do ácido levulínico), são utilizados em produtos de higiene pessoal e também em cosméticos autorizados. O ácido levulínico pode ser preparado a partir da sacarose natural. É usado como agente condicionador para a pele em produtos cosméticos, mantendo a pele saudável.

ÁCIDO MIRÍSTICO

O Ácido Mirístico é um ácido graxo saturado presente naturalmente em alguns alimentos, como a noz-moscada, óleo de palma, óleo de coco e manteiga. O ácido mirístico purificado aparece na forma de um sólido branco ou levemente amarelado, cristalino e brilhante.

ÁCIDO OLÉICO

O ácido oléico é um ácido graxo monoinsaturado e componente principal dos fosfolipídios da pele humana. Trata-se de um ácido graxo vegetal renovável, que atua como emoliente em produtos de higiene pessoal. O ácido oléico é utilizado normalmente em sabões, cremes e loções.

ÁCIDO P-ANÍSICO

O ácido p-anísico é um solido branco cristalino, encontrado naturalmente no anis. O anis é uma planta do Mediterrâneo da família da salsa, cultivada em função de suas sementes aromáticas, usadas na culinária e em remédios fitoterápicos. O ingrediente é conhecido por suas propriedades antissépticas.

ÁCIDO PALMÍTICO

O ácido palmítico é um ácido graxo de origem vegetal, também presente na pele humana. Em cosméticos e produtos de cuidados pessoais, o ácido palmítico funciona como surfactante, emulsificante, agente opacificante e emoliente. Ele amacia e suaviza a pele, ajudando a impedir a evaporação de sua umidade natural.

 

ACRILAMIDA / COPOLÍMERO DE ACRILATO DE AMÔNIO

O copolímero de acrilamida / acrilato de amônio caracteriza polímeros sintéticos que geralmente são usados para espessar e estabilizar emulsões como cremes ou loções, especialmente na presença de filtro UV, minerais ou sais. O copolímero de acrilamida / acrilato de amônio também pode ser usado para reduzir o emulsificante ou formular emulsões leves livres de emulsificante.

 

ACRILATOS / COPOLÍMERO DE ACRILATOS DE HIDROXIÉSTERES

O Copolímero de Acrilatos de Hidroxiésteres/Acrilatos auxilia na manutenção do estilo dos cabelos, inibindo sua capacidade de absorver umidade e a ação eletrostática sobre eles. Ele forma uma fina camada sobre a pele, os cabelos e as unhas. “Copolímero” é um polímero preparado pela mistura de compostos químicos relativamente pequenos, chamados monômeros, em uma molécula muito grande, com propriedades diferentes.

ACRILATOS / COPOLÍMERO DE METACRILATO DE AMÔNIO

Os Copolímeros de Metacrilato de Amônia/Acrilatos fazem a caracterização de polímeros sintéticos que, normalmente, são utilizados como agentes impermeabilizantes e protetores em produtos cosméticos. Ao criar uma camada fina e flexível, ele impede que o produto saia com a água.

ACRILATOS / COPOLÍMERO DE OCTILACRILAMID

O Copolímero de Octilacrilamida/Acrilatos auxilia na manutenção do estilo dos cabelos, inibindo sua capacidade de absorver umidade e a ação eletrostática sobre eles. Ele forma uma fina camada sobre a pele, os cabelos e as unhas. “Copolímero” é um polímero preparado pela mistura de compostos químicos relativamente pequenos, chamados monômeros, em uma molécula muito grande, com propriedades diferentes.

 

ACRILATOS / POLÍMERO CRUZADO DE ACRILATO DE ALQUILA C10-30/
O Polímero Cruzado de Acrilato de Alquila C10-30/Acrilatos faz a caracterização de polímeros sintéticos que, normalmente, são utilizados como agentes espessantes em fórmulas à base de água, como géis de banho, ou na estabilização de emulsões, como cremes ou loções, principalmente na presença de filtro UV, minerais ou sais. O Polímero Cruzado de Acrilato de Alquila C10-30/Acrilatos acumula géis claros na água, com um comportamento de fluxo diferente.

Também é possível utilizar esse ingrediente na redução de emulsificante ou na formulação de emulsões leves sem emulsificantes.

 

ACRILATOS/ POLÍMERO CRUZADO DE METACRILATO DE ÁLCOOL ESTEARÍLICO ETOXILADO 20 EO

O Polímero Cruzado de Metacrilato de Álcool Estearílico Etoxilado 20 EO/Acrilatos é um polímero sintético destinado a fórmulas aquosas. Por conta de sua modificação hidrofóbica (lipofílica), esse ingrediente torna-se um polímero espessante e estabilizante de alta eficiência, que constrói uma estrutura de géis na água, mesmo na presença de altas quantidades de surfactantes.

 

ACRILOILDIMETILTAURATO DE AMÔNIO / COPOLÍMERO DE VP

O Copolímero de VP/acriloildimetiltaurato de amônio faz a caracterização de polímeros sintéticos utilizados, normalmente, como agentes espessantes em fórmulas à base de água ou na estabilização de emulsões, como cremes ou loções, principalmente fórmulas leves sem emulsificantes. O Copolímero de VP/acriloildimetiltaurato de amônio acumula géis claros na água, com um comportamento de fluxo diferente.

 

ADIPATO DE DIBUTILA

O Adipato de Dibutila é o diéster do álcool de butila com ácido adípico. Trata-se de um líquido oleoso incolor claro e sintético, com boas propriedades de distribuição sobre a pele. Dá à pele uma aparência suave e macia, sendo usado especialmente em fórmulas de produtos solares em função de suas excelentes capacidades solubilizantes em filtros UV cristalinos.

ÁGUA

A água é uma substância transparente, insípida, inodora e praticamente incolor, sendo o principal componente dos córregos, lagos e oceanos da Terra, além dos fluidos da maioria dos organismos vivos. Ela é vital para todas as formas conhecidas de vida, ainda que não forneça nenhuma caloria ou nutriente orgânico. Utiliza-se água em quase todos os cremes, loções e produtos de limpeza corporal.

ALANINA

O ingrediente Alanina pertence ao grupo de aminoácidos, auxiliando no bom condicionamento da pele.

ALCANO C15-19

O Alcano C15-C19 é um emoliente de base petroquímica. Trata-se de um misto de alcanos lineares com 15 a 19 átomos de carbono na cadeia alquílica. Dá um toque de frescor e suavidade, deixando uma sensação de maciez após o uso.

ÁLCOOL

O álcool é utilizado para solver outros ingredientes. Ele melhora a sensação de frescor em muitos produtos, como cremes para a pele, loções de barbear e produtos de proteção solar.

ÁLCOOL BENZÍLICO

O Álcool Benzílico não é em si um perfume, porém é usado em alguns produtos como solvente relevante para os diferentes componentes do perfume. Está presente na maioria dos ingredientes de perfumes à venda no mercado de fragrâncias. Assim sendo, determinados produtos podem conter Álcool Benzílico, ainda que não contenham perfumes.

ÁLCOOL BERRENÍLICO

O Álcool Berrenílico é obtido, normalmente, a partir de gorduras ou óleos vegetais. Por esse motivo, ele é considerado um álcool graxo. Contudo, o Álcool Berrenílico também pode ser obtido a partir da hidrólise de ceras.  Utiliza-se em muitas fórmulas cosméticas, uma vez que ele aumenta a estabilidade das emulsões e a textura de fórmulas, como cremes ou loções. O Álcool Berrenílico forma uma massa branca sólida, que atua para reter água e dar consistência.

ÁLCOOL CETÍLICO

O Álcool Cetílico é obtido, normalmente, a partir de gorduras ou óleos vegetais. Por esse motivo, ele é considerado um álcool graxo. No entanto, é possível obtê-lo também pela hidrólise de ceras. O álcool cetílico é utilizado em muitas fórmulas cosméticas, uma vez que aumenta a estabilidade das emulsões e a textura de fórmulas como cremes ou loções. Forma uma massa branca sólida, que atua para reter água e dar consistência.

ÁLCOOL CETOESTEARÍLICO

O álcool cetoestearílico é uma mistura de álcool cetílico (hexadecanol) e álcool estearílico (octadecanol). Esses dois componentes são obtidos, normalmente, a partir de gorduras ou óleos vegetais. Por esse motivo, esses dois álcoois são considerados álcoois graxos. No entanto, é possível obter o álcool cetílico (hexadecanol) e o álcool estearílico (octadecanol) por meio da hidrólise de ceras. O álcool cetoestearílico é utilizado em muitos compostos cosméticos, uma vez que aumenta a estabilidade das emulsões e a textura de determinados compostos. O álcool cetoestearílico forma uma massa branca sólida, que atua para reter água e dar consistência.

ÁLCOOL CETOESTEARÍLICO ETOXILADO 20EO

O Álcool Cetoestearílico Etoxilado 20EO é um composto sintético cuja sintetização se dá em um processo chamado etoxilação. Trata-se de uma reação química na qual se adiciona óxido de etileno a um substrato consistente em álcool cetílico e álcool estearílico. O álcool cetoestearílico etoxilado 20EO atua como surfactante e emulsificante em muitos produtos cosméticos e de higiene pessoal diferentes, inclusive hidratantes faciais, tratamentos anti-idade, condicionadores, produtos de limpeza, protetores solares, esfoliantes e tratamentos para acne. Enquanto emulsificante, esse ingrediente reduz a tensão superficial posicionando-se na interface óleo/água ou ar/água, que exerce um efeito estabilizante sobre a emulsão.

ÁLCOOL CETOESTEARÍLICO ETOXILADO 6 EO

O Álcool Cetoestearílico Etoxilado 6 EO ajuda a formar uma emulsão estável. Esse ingrediente é feito à base de uma mistura de álcool cetílico e álcool estearílico, que podem ser obtidos de forma natural.

ÁLCOOL DE LANOLINA

Esse ingrediente pertence a uma classe de produtos químicos chamada de “silicones”. Os silicones têm resistência contra a degradação física, biológica, microbiológica e química no contexto do preparo, armazenamento e uso em produtos cosméticos e de higiene pessoal.

ÁLCOOL DESNAT.

O etanol - também chamado de álcool etílico - utilizado em nossas fórmulas é um ingrediente vegetal. Há décadas, é ingrediente comum em muitos cosméticos e produtos de beleza. Ele atua como solvente em loções e cremes, garantindo a inseparabilidade da loção. A abreviação “desnat.” refere-se ao álcool desnaturado. Esse tipo de etanol contém um desnaturante que lhe confere um gosto ruim. Por quê? O álcool também é usado em bebidas como vinho ou cerveja; em muitos países, as bebidas alcoólicas recebem alta taxação de impostos. Para evitar a incidência dos impostos de bebidas sobre o álcool que não se destine a esse consumo (ou seja, para uso em produtos cosméticos e de higiene pessoal), deve-se desnaturar o álcool.

ÁLCOOL DICLOROBENZIL

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE). Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor. A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos. As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal. A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto. Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

ÁLCOOL ESTEARÍLICO

O Álcool Estearílico é obtido, normalmente, a partir de gorduras ou óleos vegetais. Por esse motivo, ele é considerado um álcool graxo. Contudo, o álcool estearílico também pode ser obtido por hidrólise de ceras. Utiliza-se em muitas fórmulas cosméticas, uma vez que ele aumenta a estabilidade das emulsões e a textura de fórmulas como cremes ou loções. O álcool estearílico forma uma massa branca sólida, que atua para reter água e dar consistência.

ÁLCOOL ESTEARÍLICO ETOXILADO 2 EO (STEARETH-2)

O álcool estearílico etoxilado 2 EO é um éter de glicol de polietileno sintético, produzido a partir do ácido esteárico. Trata-se de um composto ceroso. Em produtos cosméticos e de cuidados pessoais, utiliza-se o álcool estearílico etoxilado 2 EO na formulação de produtos para a pele e de limpeza corporal, bem como desodorantes e produtos capilares. Quando inserido em produtos cosméticos e de cuidados pessoais, o álcool estearílico etoxilado 2 EO reduz as forças interativas entre as moléculas de outros líquidos, para formação de uma emulsão. Caso não se use um ingrediente como o álcool estearílico etoxilado 2 EO em determinados produtos, os ingredientes do produto não se separam.

ÁLCOOL ESTEARÍLICO ETOXILADO 20 EO (STEARETH-20)

O álcool estearílico etoxilado 20 EO é um éter de glicol de polietileno, produzido a partir do ácido esteárico. Trata-se de um composto ceroso utilizado em produtos cosméticos e de cuidados pessoais, como bronzeadores e produtos para a pele, olhos e cabelos. Quando inserido em produtos cosméticos e de cuidados pessoais, o álcool estearílico etoxilado 20 EO reduz as forças interativas entre as moléculas de outros líquidos, para formação de uma emulsão. Caso não se use um ingrediente como o álcool estearílico etoxilado 20 EO em determinados produtos, os ingredientes do produto não se separam.

ÁLCOOL ESTEARÍLICO ETOXILADO 21 EO (STEARETH-21)

O álcool estearílico etoxilado 21 EO é um composto ceroso sintético, um éter de glicol de polietileno, produzido a partir do ácido esteárico. Em produtos cosméticos e de cuidados pessoais, o álcool estearílico etoxilado 21 EO é utilizado na formulação de uma vasta gama de produtos cosméticos e de cuidados pessoais, inclusive maquiagens, loções, desodorantes, fragrâncias e produtos para a pele, olhos e cabelos.

ÁLCOOL GRAXO ETOXILADO C12-15 (PARETH-3)

O Álcool Graxo Etoxilado C12-15 atua como surfactante e emulsificante, permitindo que o óleo e a água se misturem e estabilizem

esse tipo de fórmula.

ÁLCOOL ISOCETÍLICO ETOXILADO (ISOCETETH-20)

O Álcool Isocetílico Etoxilado é um éter de glicol de polietileno sintético, produzido a partir do álcool isocetílico, que atua como emulsificante e solubilizante, para adição de ingredientes oleofílicos em produtos à base de água.

ÁLCOOL ISOTRIDECÍLICO 12 EO

O álcool isotridecílico atua como emulsificante, estabilizando as misturas de óleo e água.

ÁLCOOL ISOTRIDECÍLICO 15 EO

O álcool isotridecílico atua como emulsificante, estabilizando as misturas de óleo e água.

ÁLCOOL ISOTRIDECÍLICO 3 EO

O álcool isotridecílico atua como emulsificante, estabilizando as misturas de óleo e água.

ÁLCOOL ISOTRIDECÍLICO 6 EO

O álcool isotridecílico atua como emulsificante, estabilizando as misturas de óleo e água.

ÁLCOOL ISOTRIDECÍLICO 9 EO

O ingrediente Álcool Isotridecílico 9 EO é utilizado em cosméticos como emulsificante. Promove a formação de íntimas misturas de líquidos imiscíveis modificando a tensão interfacial entre eles.

O Álcool Isotridecílico 9 EO reduz a tensão interfacial dos produtos cosméticos e contribui para uma distribuição uniforma na aplicação.

ÁLCOOL LÁURICO 10 EO

Os ingredientes de tipo Álcool Láurico são polioxiéteres do álcool laurílico. O número do nome indica o número médio de unidades de óxido de etileno da molécula. O Álcool Láurico 10 EO atua como agente emulsificante para estabilizar as misturas “óleo em água”.

ÁLCOOL LÁURICO 2 EO

O Álcool Láurico 2 OE é uma matéria-prima não iônica derivada de álcool graxo utilizada como espessante em fórmulas de limpeza corporal à base de água, como géis de banho ou shampoos.

ÁLCOOL LÁURICO 23 EO

O Álcool Láurico 23 OE é um emulsificante e surfactante de origem sintética. Em cosméticos e produtos de cuidados pessoais, utiliza-se o Álcool Láurico 23 OE em uma gama de produtos para banho, olhos, faces, cabelos, limpeza corporal e proteção solar, mas também em amolecedores de cutículas, desodorantes e umidificantes.

ÁLCOOL LÁURICO 4 EO

Os ingredientes de tipo Álcool Láurico são polioxiéteres do álcool laurílico. O número do nome indica o número médio de unidades de óxido de etileno da molécula. O Álcool

ÁLCOOL MIRISTÍLICO

O Álcool Miristílico é obtido, normalmente, a partir de gorduras ou óleos vegetais. Por esse motivo, ele é considerado um álcool graxo. O álcool miristílico é utilizado em muitas fórmulas cosméticas, uma vez que aumenta a estabilidade das emulsões e a textura de fórmulas como cremes ou loções. Ele forma uma massa branca sólida, que atua para reter água e dar consistência.

ÁLCOOL OLEÍLICO 20 OE

O Álcool Oleílico 20 OE é um ingrediente produzido sinteticamente a partir do ácido oléico. É utilizado para limpar a pele e os cabelos, auxiliando na mistura da água com óleos e impurezas, permitindo o enxágue dessas substâncias. Esse ingrediente também ajuda na formação de emulsões e na dissolução de ingredientes em líquidos nos quais eles não se dissolveriam sem esse auxílio.

ALFA-ISOMETIL-IONONA – FLORAL-VIOLETA-AMADEIRADA

Icônico ingrediente de fragrâncias, com nota floral de violeta e orris e toques de frutas vermelhas. Ele dá riqueza e carinho ao buquê de flores. É a tradução, para o olfato, de um toque suave e protetor.

ALOE VERA/ PÓ DE SUCO DE FOLHA DE ALOE BARBADENSIS

A babosa natural ou medicinal (Aloe vera), também conhecida pelos nomes aloe-de-barbados ou erva-babosa, é uma espécie de planta do gênero Aloe. A planta da babosa é utilizada medicinalmente há milhares de anos para proteger, curar e acalmar a pele. O teor de umidade da folha de babosa é, em média, de 95%, contido por uma camada externa maleável. Estudos comprovam que o gel da planta de babosa pode proporcionar hidratação à pele, protegendo-a do ressecamento. As folhas de babosa expelem um gel claro. Basta tirar uma folha do restante da planta para aplicar o gel de dentro dela na pele seca, queimada pelo sol ou ferida.

AMIDO DE ALUMÍNIO OCTENILSUCCINATO

O Amido de Alumínio Octenilsuccinato é um amido hidrofóbico modificado com alta afinidade com o óleo ou sebo.

AMINOETILAMINOPROPIL DIMETICONA

Esse ingrediente é um silicone. É sintético e vem na forma de óleos e géis de textura mais ou menos espessa. São sintetizados a partir do silício, composto mineral encontrado em abundância na natureza na forma de dióxido de silício, o principal componente da areia. A principal propriedade dos óleos de silicone em produtos cosméticos é a suavização: dão a produtos como cremes ou maquiagens uma textura sedosa, luxuosa e espalhável, assim como brilho e maciez em shampoos e outros produtos para cabelos.* Para identificar os silicones nos nossos produtos, dê uma olhada na lista de ingredientes do rótulo. Eles aparecem com nomes como: "dimeticona", "ciclometicona", "dimeticonol" e "amodimeticona".

AMODIMETICONA

Os silicones* são ingredientes sintéticos disponíveis na forma de óleos e géis de textura mais ou menos espessa. São ingredientes sintetizados a partir do silício, composto mineral encontrado em abundância na natureza na forma de dióxido de silício, o principal componente da areia. A principal propriedade dos óleos de silicone em produtos cosméticos é a suavização: dão a produtos como cremes ou maquiagens uma textura sedosa, luxuosa e espalhável, assim como brilho e maciez em shampoos e outros produtos para cabelos.* Para identificar os silicones nos nossos produtos, dê uma olhada na lista de ingredientes do rótulo. Eles aparecem com nomes como: “dimeticona”, "ciclometicona", "dimeticonol" e "amodimeticona".

ARGININA

A arginina também é encontrada no trigo-sarraceno. Em produtos cosméticos, pode ser utilizada como agente neutralizador. Neste caso, a arginina pode ajudar a neutralizar diversos ácidos e, assim, aumentar a eficácia da fórmula. Em formulações neutras, costuma ser usada como sal de ácido clorídrico (“cloridrato de arginina") A arginina contribui para a hidratação da pele.

ARGININA HCL

A arginina também é encontrada no trigo-sarraceno.

 

Em produtos cosméticos, pode ser utilizada como agente neutralizador.

 

Neste caso, a arginina pode ajudar a neutralizar diversos ácidos e, assim, aumentar a eficácia da fórmula. Em formulações neutras, costuma ser usada como sal de ácido clorídrico (“cloridrato de arginina")

A arginina contribui para a hidratação da pele.

AVEIA COLOIDAL

A Aveia Coloidal é uma farinha de aveia bem triturada. É conhecida por aliviar pequenas irritações cutâneas. Quando usada em produtos cosméticos e de higiene pessoal, essa aveia também é chamada de farinha de grãos (de aveia) de “Avena Sativa”.

 

BENZOATO DE ALQUILA C12-15

O Benzoato de Alquila C12-15 é um emoliente sintético que não irrita a pele. É um componente oleoso, com baixos níveis de gordura. Tem boas propriedades de espalhamento sobre a pele, conferindo-lhe um toque seco, sendo um valioso solvente em muitos ingredientes cosméticos.

 

 BENZOATO DE SÓDIO

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE). Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor. A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos. As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal. A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto. Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

BENZOFENONA-3

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

BENZOFENONA-4

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

BHT

O BHT é um antioxidante utilizado em alimentos e produtos cosméticos. Muitos ingredientes como óleos ou gorduras naturais ficam rançosos ao reagirem ao oxigênio do ambiente. O BHT pode proteger esses ingredientes da oxidação, prolongando sua vida útil.

BIS-DIGLICERIL POLIACILADIPATO-2

O Bis-Digliceril Poliaciladipato-2 é um emoliente semissólido que atua principalmente como substituto de origem não animal da Lanolina. Ele pode melhorar a impermeabilidade das fórmulas cosméticas, tendo boa aderência à pele. O ingrediente é conhecido por sua ótima compatibilidade com a pele, bem como por deixar sobre ela uma sensação agradável. O BIS-DIGLICERIL POLIACILADIPATO-2 serve para produtos de cuidados com a pele e lábios e protetores solares. Sua principal composição é de origem vegetal e renovável. Uma parte pequena da molécula é sintética.

BIS-ETILEXILOXIFENOL METOXIFENIL TRIAZINA

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

BISABOLOL

O bisabolol é um componente do óleo essencial de camomila natural (Matricaria chamomilla). Dependendo das condições locais e da variedade, a proporção de bisabolol no óleo de camomila pode ser de até 50%.

O bisabolol desempenha uma função de relativa importância tanto em usos médicos quanto em usos cosméticos. Em muitos produtos, contudo, prefere-se o bisabolol produzido sinteticamente, por conta de sua alta pureza. O bisabolol é conhecido por suas propriedades anti-inflamatórias e calmantes.

BUTIL METOXIDIBENZOILMETANO

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

BUTILCARBAMATO DE IODOPROPINIL

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE).

Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor.

A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos.

As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal.

A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto.

Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

BUTILENOGLICOL

O butilenoglicol é um diol, um tipo de álcool que contém dois grupos de hidroxilas. Sendo um dos ingredientes para pele mais usados em produtos cosméticos e de higiene pessoal, ele mantém a pele hidratada. O butilenoglicol é utilizado como solvente e redutor de viscosidade, tornando o produto menos gorduroso e de fácil aplicação. Pode ser obtido de fontes naturais, extraído de fontes vegetais ou sintetizado a partir do petróleo.

CAMOMILA / EXTRATO DE FLOR DE CHAMOMILLA RECUTITA

As propriedades curativas das flores de camomila são conhecidas há séculos. As flores de camomila eram usadas como plantas medicinais na Antiguidade, como no Antigo Egito. O extrato da flor de camomila é produzido em um cuidadoso processo de extração, ideal para permitir a retenção dos ingredientes naturais. O extrato de flor de camomila é apropriado especialmente para uso na pele, por conta de suas propriedades anti-inflamatórias. As floras de camomila contêm alfa-bisabolol, que tem eficácia especial na cicatrização.

CAPRATO DE GLICERILA

O Caprilato de Glicerila é um agente umectante vegetal com forte ação contra bactérias e leveduras. O ingrediente é um excelente promotor de ácidos orgânicos e de diferentes conservantes de uso permitido por lei. Por conta de sua estrutura anfifílica, ele abaixa a tensão superficial. Essa ação pode causar gotículas menores, aumentando a estabilidade das emulsões. Em concentrações mais altas, pode reduzir a viscosidade das emulsões.

CAPRATO DE POLIGLICERILA-2

Ingrediente utilizado como emulsificante vegetal natural, deixando a pele suave e promovendo a elasticidade.

CÁPRICO/ TRIGLICERÍDEO DE ÁCIDO CAPRÍLICO

O Triglicerídeo de Caprílico/Cáprico é um triéster misto de derivação natural, obtido do óleo de coco e da glicerina. Esse óleo tem a vantagem de oferecer estabilidade contra a oxidação. O triglicerídeo de ácido caprílico/cáprico é um excelente condicionante para a pele, melhorando a estética do produto, bem como atuando para amaciar e suavizar a cútis. Ele proporciona uma agradável sensação na pele e, por isso, costuma ser usado em cremes, loções, produtos labiais e protetores solares.

CAPRILATO DE GLICERILA

O Caprilato de Glicerila é um agente umectante vegetal com forte ação contra bactérias e leveduras. É um excelente promotor de ácidos orgânicos e de diferentes conservantes de uso permitido por lei. Por conta de sua estrutura anfifílica, ele abaixa a tensão superficial. Essa ação pode causar gotículas menores, aumentando a estabilidade das emulsões. Em concentrações mais altas, pode reduzir a viscosidade das emulsões.

CAPRÍLICO / GLICOSÍDEO CAPRILÍLICO

O Glicosídeo Caprilílico/Caprílico é formado pela reação de um tipo de álcool com a glicose. O resultado é um surfactante leve, amplamente usado em produtos de cuidados infantis, faciais e de limpeza corporal. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.

CARBÔMERO

O carbômero faz a caracterização de polímeros sintéticos à base de ácido acrílico. Estes costumam ser utilizados como agente espessante em fórmulas à base de água ou na estabilização de emulsões, como cremes ou loções. O polímero proporciona texturas com um comportamento diferente.

CARBONATO DE CÁLCIO

Utiliza-se o Peróxido de Hidrogênio em cosméticos e produtos de cuidados pessoais como agente antimicrobiano e oxidante. A função dos agentes antimicrobianos é a de aniquilar ou inibir o crescimento ou a reprodução de micro-organismos. Em cosméticos e produtos de cuidados pessoais, utilizam-se agentes oxidantes para formar substâncias corantes durante a tintura oxidante dos cabelos, bem como para oxigenar manchas nos dentes e aumentar seu embranquecimento.

CARBONATO DE PROPILENO

O Carbonato de Propileno é um solvente líquido que é utilizado em antiperspirantes. Por suas propriedades únicas, o Carbonato de Propileno ativa matérias-primas à base de argila mineral com a finalidade de dar espessamento em fórmulas sem água.

CAULIM

O caulim é uma argila branca, um pigmento de origem mineral, usado como pó fino branco. Pode-se utilizar o caulim como opacificante em produtos transparentes, mas também como matificante, resultando em um toque menos gorduroso na pele.

CELULOSE MICROCRISTALINA

A Celulose Microcristalina é um polímero natural derivado da celulose da madeira. Normalmente, utiliza-se a Celulose Microcristalina na estabilização de emulsões, como

CERA DA SEMENTE DE HELIANTHUS ANNUUS

A Cera da Semente de Helianthus Annuus é um emoliente vegetal. A planta (girassol) foi domesticada pela primeira vez no continente americano.

O girassol comum é uma flor anual grande do gênero Helianthus, cultivada em larga escala em função do óleo e dos frutos comestíveis. Essa cera é extraída das sementes do girassol. Em função de seu alto ponto de fusão, ele pode atuar como texturizador em produtos cosméticos sólidos ou semissólidos.

CERA DE ABELHA SINTÉTICA

A Cera de Abelha Sintética é uma mistura de óleos e ceras ésteres e parafínicos, em sua maioria, sintéticos, projetados para imitar as propriedades físico-cosméticas da cera de abelha natural. Pode ser um substituta “vegana” da cera de abelha natural. É utilizada como agente condicionante para a pele em diversos produtos cosméticos, como cremes, loções, protetores solares, maquiagens e produtos para estilização e cuidados capilares.

CERA DE CANDELILA

A Cera de Candelila é uma cera vegetal purificada obtida a partir das folhas da candelila, planta de nome científico Euphorbia cerifera ou Euphorbiaceae.

CERA DE COPERNICIA CERIFERA

A cera de Copernicia Cerifera é uma cera vegetal purificada obtida a partir das folhas jovens da palmeira brasileira “carnaúba".

CERA MICROCRISTALINA

Os ingredientes* à base de óleos minerais são gorduras de origem fóssil. Esses ingredientes altamente purificados vêm em diferentes formatos (óleos, géis e outros) e são incolores, inodoros e insípidos. O óleo mineral mais conhecido utilizado em produtos cosméticos é a parafina líquida.

Existem dois tipos: óleos minerais sintéticos, que são totalmente puros desde a produção, e os óleos minerais obtidos de produtos petroquímicos. Os segundos são óleos minerais refinados, obtidos após a purificação de materiais fósseis, como carvão, petróleo cru ou gás natural. Os óleos minerais presentes em nossos produtos cosméticos são de grau farmacêutico, sendo, assim, muito puros.

A principal propriedade deste grupo de ingredientes é proteger a pele da desidratação. Além disso, esses ingredientes melhoram a qualidade das texturas e são eficientes na limpeza e remoção de maquiagem.

* Para identificar esses ingredientes em nossos produtos, dê uma olhada na lista de ingredientes do rótulo. Os ingredientes à base de óleos minerais podem ser encontrados por nomes como “parafina líquida", “cera microcristalina", “ozocerita”, “parafina” e “cera sintética".

CERA SINTÉTICA

Os ingredientes* à base de óleos minerais são gorduras de origem fóssil. Esses ingredientes altamente purificados vêm em diferentes formatos (óleos, géis e outros) e são incolores, inodoros e insípidos. O óleo mineral mais conhecido utilizado em produtos cosméticos é a parafina líquida.

Existem dois tipos: óleos minerais sintéticos, que são totalmente puros desde a produção, e os óleos minerais obtidos de produtos petroquímicos. Os segundos são óleos minerais refinados, obtidos após a purificação de materiais fósseis, como carvão, petróleo cru ou gás natural. Os óleos minerais presentes em nossos produtos cosméticos são de grau farmacêutico, sendo, assim, muito puros.

A principal propriedade deste grupo de ingredientes é proteger a pele da desidratação. Além disso, esses ingredientes melhoram a qualidade das texturas e são eficientes na limpeza e remoção de maquiagem.

* Para identificar esses ingredientes em nossos produtos, dê uma olhada na lista de ingredientes do rótulo. Os ingredientes à base de óleos minerais podem ser encontrados por nomes como “parafina líquida", “cera microcristalina", “ozocerita”, “parafina” e “cera sintética".

CERAMIDA NP

As ceramidas são gorduras especiais que ocorrem naturalmente na pele humana e ajudam a construir uma barreira. Essas gorduras são chamadas de esfingolipídeos. São o principal componente da camada superior da pele: a camada de queratina (estrato córneo).

As ceramidas são conhecidas pelas propriedades anti-idade, sendo usadas amplamente em produtos de cuidados para a pele.

CETIL FOSFATO DE POTÁSSIO

O Cetil Fosfato de Potássio é um emulsificante ou surfactante padrão destinado a emulsões óleo/água que sejam de difícil estabilização.  Além de estabilizar as emulsões, o Cetil Fosfato de Potássio também influencia na consistência das fórmulas. Ele auxilia na ampliação da proteção do FPS, sendo assim de uso ideal em protetores solares estáveis e à prova d’água.

CICLOMETICONA

Os silicones* são ingredientes sintéticos disponíveis na forma de óleos e géis de textura mais ou menos espessa. São sintetizados a partir do silício, composto mineral encontrado em abundância na natureza na forma de dióxido de silício, o principal componente da areia. A principal propriedade dos óleos de silicone em produtos cosméticos é a suavização: dão a produtos como cremes ou maquiagens uma textura sedosa, luxuosa e espalhável, assim como brilho e maciez em shampoos e outros produtos para cabelos.* Para identificar os silicones nos nossos produtos, dê uma olhada na lista de ingredientes do rótulo. Eles aparecem com nomes como: “dimeticona”, "ciclometicona", "dimeticonol" e "amodimeticona".

CITRATO DE ÁLCOOL LÁURICO 7 EO

O Citrato de Álcool Láurico 7 EO é formado pela reação dos polioxiéteres do álcool laurílico ao ácido cítrico. Utiliza-se o Citrato de Álcool Láurico 7 EO como surfactante na formulação de produtos capilares como shampoos, em produtos de limpeza para a pele e outros produtos para a pele.

CITRATO DE ESTEARATO DE GLICERILA

O citrato de estearato de glicerila, um diéster de glicerila, é feito de glicerina e ácidos graxos derivados de óleos vegetais. Esse ingrediente atua como emoliente e emulsificante O/A aniônico, hidrofílico e livre de PEG. Costuma ser usado em cremes, loções, produtos infantis, protetores solares e produtos pós-sol.

CITRONELOL – FLORAL-ROSA-CITRUS

Esse ingrediente é encontrado no gerânio, na rosa e na maioria das flores. Ele compõe o acorde de rosa natural em perfumes femininos, sendo também um elemento essencial do fougère masculino. Essa matéria-prima traz um frescor rosado e saboroso, e um delicado toque natural para uma nota de coração floral.

 

CI 10316

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

 

CI 11680

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 12490

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 14720

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 15850

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 15985

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 16035

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

 

CI 17200

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 19140

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 28440

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 40800

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 42053

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 42090

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 45100

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul.

As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 47005

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 60725

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 61570

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 73360

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 74160

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 75470

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 77007

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 77268:1

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 77288

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 77289

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 77491

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

 

 

CI 77492

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 77499

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CI 77891

A sigla CI significa “Índice de Cores”. O número que vem em seguida descreve uma cor específica, ex.: CI 42090, que é o azul. As cores são utilizadas em produtos cosméticos decorativos, bem como em fórmulas de produtos para a pele.

CLORETO DE BENZETÔNIO

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE).

Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor.

A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos.

As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal.

A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto.

Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

CLORETO DE CÁLCIO

O Cloreto de Cálcio é um sal inorgânico usado em diversos cosméticos e produtos de cuidados pessoais; é utilizado na estabilização de emulsões.

CLORETO DE CETRIMÔNIO

O Cloreto de Cetrimônio é um sal quaternário de amônio. Como proporciona aos cabelos boa penteabilidade e impede ou inibe o acúmulo de eletricidade estática, é utilizado na formulação de condicionadores, tinturas para cabelos e cores.

 

CLORETO DE HIDROXIPROPILTRIMÔNIO GUAR

A Goma Guar deriva do grão de Guar e é utilizada em larga escala como espessante em produtos cosméticos, bem como intensificador para pele e cabelos em produtos de banho e capilares.

CLORETO DE PALMITAMIDOPROPILTRIMÔNIO

O Cloreto de Palmitamidopropiltrimônio é um sal quaternário de amônio. Como proporciona aos cabelos boa penteabilidade e impede ou inibe o acúmulo de eletricidade estática, é utilizado na formulação de condicionadores, tintas e cores.

CLORETO DE SÓDIO

O CLORETO DE SÓDIO é um dos minerais mais importantes para humanos e animais. Também conhecido como sal de cozinha, ele exerce um efeito de inchaço e regulação da viscosidade. O cloreto de sódio acumula cristais incolores que formam uma estrutura cúbica. Ele também é um importante componente na dieta humana. O corpo de uma pessoa adulta contém cerca de 150 a 300 g de cloreto de sódio.

CLORETO TRIAMÔNICO PG DE AMIDO OXIDADO DE HIDROXIPROPILA

O Cloreto Triamônico PG de Amido Oxidado de Hidroxipropila trata-se de um formador de película de origem vegetal.  É altamente eficaz em quase todos os tipos de cabelos e, assim, deixa uma sensação macia e duradoura. Utiliza-se o Cloreto Triamônico PG de Amido Oxidado de Hidroxipropila como condicionador em uma vasta gama de géis de banho e shampoos.

COCOAMIDOPROPIL BETAÍNA

A cocoamidopropil betaína é um surfactante anfótero leve, usado em shampoos e produtos de limpeza para a pele. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.

COCOANFOACETATO DE SÓDIO

O Cocoanfoacetato de Sódio é um surfactante aniônico. Ele purifica a pele e os cabelos, auxiliando na mistura da água com óleos e impurezas, permitindo o enxágue dessas substâncias. Como cossurfactante, também aumenta a capacidade de formação ou estabilização de espumas.

COCOATO DE ETILEXILA

O Cocoato de Etilexila é um emoliente éster de alta qualidade. Uma parte da molécula é de origem vegetal e renovável (coco). A outra parte é obtida de matéria-prima petroquímica.

O Cocoato de Etilexila é utilizado em larga escala em cosméticos, podendo produzir uma sensação suave na pele, usado principalmente em fórmulas de cuidados para o rosto e corpo.

COCOATO DE GLICERILA PEG-7

O Cocoato de Glicerila PEG-7 atua como lubrificante na superfície da pele, dando-lhe uma aparência macia e suave. Também ajuda a formar emulsões pela redução da tensão superficial das substâncias a serem emulsificadas.

COCOATO DE SÓDIO

O Cocoato de Sódio é o sal do ácido graxo de coco. É utilizado, principalmente, na fabricação de sabões.

COCOBETAÍNA

A Cocobetaína é um surfactante anfótero leve, usado em shampoos e produtos de limpeza para a pele. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.

COCOCAPRILATO/CAPRATO

O Cococaprilato/caprato é um produto de álcool graxo de base natural obtido a partir da carne do coco maduro e de uma mistura específica de ácidos graxos fracionados de origem vegetal. Atua como emoliente de rápido espalhamento e agente sobreengordurante. Por conta de sua extrema leveza e rápido espalhamento na pele, o Cococaprilato/caprato proporciona um toque elegante. Tem proteção contra oxidação e é inodoro. Com seu perfil emoliente equilibrado, é uma excelente escolha em todos os tipos de produtos para a pele, infantis, para massagens e muitos outros.

COCOGLICOSÍDEO

O Cocoglicosídeo é formado pela reação dos ácidos graxos do óleo de coco à glicose. O resultado é um surfactante leve, amplamente usado em produtos de cuidados infantis, faciais e limpeza corporal. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.

COCOÍL GLUTAMATO DISSÓDICO

O Cocoíl Glutamato Dissódico é um leve surfactante à base de aminoácidos aniônicos. Proporciona uma leve espuma e boa limpeza em produtos para os cabelos e a pele.

COCOÍL ISETIONATO DE SÓDIO

O Cocoíl Isetionato de Sódio é um surfactante aniônico. Ele purifica a pele e os cabelos, auxiliando na mistura da água com óleos e impurezas, permitindo o enxágue dessas substâncias.

COPOLÍMERO DE ACRILATO DE BUTILA/METACRILATO DE CLORETO ETIL-TRIAMÔNICO/ ESTIRENO

O Copolímero de Acrilato de Butila/Metacrilato de Cloreto Etil-Triamônico/Estireno é um agente condicionante com bom desempenho em termos de penteabilidade, dando mais maciez e brilho.

COPOLÍMERO DE ACRILATOS

O Copolímero de Acrilatos faz a caracterização de polímeros sintéticos que, normalmente, são utilizados como agente espessante em fórmulas à base de água (ex.: géis de banho), principalmente se for necessário suspender e estabilizar gotas ou outras partículas sólidas. O copolímero de acrilatos proporciona aos produtos de limpeza uma aparência clara, com aspecto de gel, mesmo na presença de altas quantidades de surfactantes. As qualidades especiais dos copolímeros de acrilatos, contudo, também agem na formação de camadas protetoras. Essas propriedades são essenciais em produtos de estilização, como sprays para cabelos, para garantir o efeito de fixação sem a presença de resíduos indesejados.

COPOLÍMERO DE ACRILATOS/ESTIRENO

O Copolímero de Acrilatos/Estireno é utilizado como agente opacificante em géis de banho e shampoos.

COPOLÍMERO DE DODECIL GLICOL/PEG45

O Copolímero de Dodecil Glicol/PEG45 é um polímero em bloco produzido sinteticamente a partir de glicol de polidodecil e polioximetileno, que, em produtos de limpeza corporal e cuidados pessoais, atua como estabilizante de emulsões, condicionador para a pele e emoliente. Ele protege a pele da desidratação.

COPOLÍMERO DE OCTILACRILAMIDA/ACRILATOS/BUTILAMINOETIL METACRILATO

Esse ingrediente auxilia na manutenção do estilo dos cabelos, inibindo sua capacidade de absorver umidade e a ação eletrostática sobre eles. Ele forma uma fina camada sobre a pele, os cabelos e as unhas. “Copolímero” é um polímero preparado pela mistura de compostos químicos relativamente pequenos, chamados monômeros, em uma molécula muito grande, com propriedades diferentes.

COPOLÍMERO DE VP/EICOSANO

O Copolímero de VP/Eicosano auxilia na manutenção do estilo dos cabelos, inibindo sua capacidade de absorver umidade. Ele forma uma fina camada sobre a pele, os cabelos e as unhas. Também usado para a união dos ingredientes de um comprimido ou torta, além de ajudar na distribuição ou suspensão de sólido insolúvel em um líquido “Copolímero” é um polímero preparado pela mistura de compostos químicos relativamente pequenos, chamados monômeros, em uma molécula muito grande, com propriedades diferentes.

COPOLÍMERO DE VP/HEXADECENO

O Copolímero de VP/Hexadeceno auxilia na manutenção do estilo dos cabelos, inibindo sua capacidade de absorver umidade. Ele forma uma fina camada sobre a pele, os cabelos e as unhas. Também usado para a união dos ingredientes de um comprimido ou torta, além de ajudar na distribuição ou suspensão de sólido insolúvel em um líquido “Copolímero” é um polímero preparado pela mistura de compostos químicos relativamente pequenos, chamados monômeros, em uma molécula muito grande, com propriedades diferentes.

COPOLÍMERO DE VP/VA

O Copolímero de VP/VA auxilia na manutenção do estilo dos cabelos, inibindo sua capacidade de absorver umidade. O Copolímero de VP/VA, ao secar-se, forma uma fina camada sobre a pele, os cabelos e as unhas. Também usado para a união dos ingredientes de um comprimido ou torta, além de ajudar na distribuição ou suspensão de sólido insolúvel em um líquido “Copolímero” é um polímero preparado pela mistura de compostos químicos relativamente pequenos, chamados monômeros, em uma molécula muito grande, com propriedades diferentes.

CREATINA

A creatina, derivada dos aminoácidos do próprio corpo, desempenha um papel central no fornecimento de energia celular. As células atingem seus níveis fisiológicos de creatina pela biossíntese dos aminoácidos arginina, glicina e metionina e/ou, alternativamente, pela ingestão de carne ou peixe. A creatina desempenha um grande papel no fornecimento de energia do nosso corpo, uma vez que atua como uma bateria que armazena, transporta e libera energia, ajudando a suprir demandas alternadas de energia.

DEA DE ÁCIDOS GRAXOS

A DEA de ácidos graxos é um líquido viscoso, utilizado como agente espumante em shampoos e produtos de banho. O ingrediente é fabricado pela reação entre a mistura de ácidos graxos dos óleos de coco e a dietanolamina. As letras “DEA” do nome significam “dietanolamina". Ela não deve ser confundida com uma substância completamente diferente e de propriedades muito distintas chamada dietanolamina, que, às vezes, também é chamada de “DEA”. A dietanolamina tem seu uso banido em produtos cosméticos pela legislação. A DEA de ácidos graxos é de uso seguro em tais produtos. Pelas rigorosas leis europeias de segurança cosmética, todos os ingredientes cosméticos devem ser de uso seguro. A segurança da DEA de ácidos graxos não foi questionada pela Comissão Europeia nem pelo respectivo comitê consultivo especializado, o Comitê Científico de Segurança do Consumidor (SCCS).

DECIL GLICOSÍDEO

O Decil glicosídeo forma-se pela reação de um tipo de álcool à glicose. O resultado é um surfactante leve, amplamente usado em produtos de cuidados infantis, faciais e limpeza corporal. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.

DECILENOGLICOL

O Decadienol (Decilenoglicol) é um ingrediente hidratante com propriedades antibactericidas. O decilenoglicol deixa a pele suave e macia.

DI-ISOESTEARATO DE POLIGLICERILA-3

O Di-Isoestearato de Poliglicerila-3 é um diéster preparado a partir de um poliglicerol com três unidades de glicerol e duas unidades de ácido isosteárico. Tanto o poliglicerol quanto o ácido isosteárico são de origem 100% vegetal. Esse ingrediente é um eficaz emoliente e emulsificante em formulações “água em óleo". É bastante suave e leve na pele, o que o torna ideal para produtos destinados a áreas sensíveis. O di-isoestearato poliglicerila-3 é adequado para fórmulas de uso na pele e nos cabelos.

DI-ISOESTEARATO DE POLIGLICERILA-4/POLIHIDROXIESTEARATO/SEBACATO

O Di-Isoestearato de Poliglicerila-4/Polihidroxiestearato/Sebacato é um diéster sintético que consiste na mistura de ácidos isosteáricos, polihidroxiesteáricos e sebácicos com a Poliglicerina-4. Em produtos cosméticos, é utilizado como emulsificante, estabilizador de emulsões e surfactante na formulação de cremes e loções A/O, protetores solares e tinturas. Promove uma sensação leve na pele, proporcionando um toque agradável e seco.

DIAZOLIDINIL UREIA

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE). Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor. A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos. As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal. A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto. Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

DICAPRILATO/DICAPRATO DE BUTILENOGLICOL

O Dicaprilato/Dicaprato de Butilenoglicol é o éster da reação entre o butilenoglicol e o ácido caprílico/cáprico. Sua principal composição é de origem vegetal e renovável (óleo de coco). Uma pequena parte da molécula é obtida de matéria-prima petroquímica. Deixa uma sensação leve, seca e não oleosa, sendo usado com frequência em protetores solares por ser um bom solvente de filtros UV.

DICAPRILIL CARBONATO

O Dicaprilil Carbonato é um diéster do álcool caprílico (extraído naturalmente do óleo de palma ou óleo de palmiste) e ácido carbônico (de matérias-primas petroquímicas). O dicaprilil carbonato é um emoliente seco, de rápida distribuição e não gorduroso. Esse óleo costuma ser usado, por ex., em produtos corporais, faciais, antiperspirantes/desodorantes, infantis e protetores solares.

DIESTEARATO DE GLICOL

O Estearato de Glicol é um sólido ceroso de coloração branca a creme. Trata-se de uma mistura de monoésteres e diésteres de etilenoglicol e ácido esteárico. Em função de suas propriedades opacificadoras, o estearato de glicol é utilizado na formulação de uma ampla gama de produtos para banho, cabelos e pele.

DIESTEARATO DE POLIGLICERILA-3

O Diestearato Poliglicerila-3 atua como emulsificantes O/A não iônico. É utilizado em protetores solares, produtos infantis, tintas e produtos de cuidados corporais e faciais em caso de emulsões com alta concentração de óleos naturais e filtros UV.

DIESTEARATO PEG-3

O Diestearato PEG-3 ajuda a formar emulsões pela redução da tensão superficial das substâncias a serem emulsificadas, auxiliando na dissolução de outros ingredientes em solventes nos quais eles não se dissolveriam sem esse auxílio. Além disso, pode ser usado em géis de banho e shampoos, dando à fórmula uma aparência rica e lustrosa.

DIETILAMINO HIDROXIBENZOIL HEXIL BENZOATO

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

DIETILEXIL BUTAMIDO TRIAZONA

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

DIMETICONA

Os silicones* são ingredientes sintéticos disponíveis na forma de óleos e géis de textura mais ou menos espessa. São sintetizados a partir do silício, composto mineral encontrado em abundância na natureza na forma de dióxido de silício, o principal componente da areia. A principal propriedade dos óleos de silicone em produtos cosméticos é a suavização: dão a produtos como cremes ou maquiagens uma textura sedosa, luxuosa e espalhável, assim como brilho e maciez em shampoos e outros produtos para cabelos.* Para identificar os silicones nos nossos produtos, dê uma olhada na lista de ingredientes do rótulo. Eles aparecem com nomes como: “dimeticona”, "ciclometicona", "dimeticonol" e "amodimeticona".

DIMETICONA PEG-12

Os silicones* são ingredientes sintéticos que vêm na forma de óleos e géis de textura mais ou menos espessa. Os silicones são ingredientes sintetizados a partir do silício, composto mineral encontrado em abundância na natureza na forma de dióxido de silício, o principal componente da areia. A principal propriedade dos óleos de silicone em produtos cosméticos é a suavização: dão a produtos como cremes ou maquiagens uma textura sedosa, luxuosa e espalhável, assim como brilho e maciez em shampoos e outros produtos para cabelos.* Para identificar os silicones nos nossos produtos, dê uma olhada na lista de ingredientes do rótulo. Eles aparecem com nomes como: “dimeticona”, "ciclometicona", "dimeticonol" e "amodimeticona".

DIMETICONA PEG/PPG-17/18

A Dimeticona PEG/PPG-17/18 pertence a uma classe de polímeros de silicone, produzida sinteticamente. Os silicones têm resistência contra a degradação química, física, biológica e microbiológica, sendo, assim, usados em vasta gama de produtos cosméticos e de higiene pessoal.

A Dimeticona PEG/PPG-17/18 é um emulsificante e promove a formação de misturas estáveis entre líquidos imiscíveis, como a água, e o óleo, modificando a tensão interfacial entre eles.

DIMETICONA PEG/PPG-18/18

A Dimeticona PEG/PPG-18/18 pertence a uma classe de silicones. Os silicones têm resistência contra a degradação química, física, biológica e microbiológica no contexto do preparo, armazenamento e uso em produtos cosméticos e de higiene pessoal.

DIMETICONOL

Os silicones* são ingredientes sintéticos disponíveis na forma de óleos e géis de textura mais ou menos espessa. São ingredientes sintetizados a partir do silício, composto mineral encontrado em abundância na natureza na forma de dióxido de silício, o principal componente da areia. A principal propriedade dos óleos de silicone em produtos cosméticos é a suavização: dão a produtos como cremes ou maquiagens uma textura sedosa, luxuosa e espalhável, assim como brilho e maciez em shampoos e outros produtos para cabelos.* Para identificar os silicones nos nossos produtos, dê uma olhada na lista de ingredientes do rótulo. Eles aparecem com nomes como: “dimeticona”, "ciclometicona", "dimeticonol" e "amodimeticona".

 

DIMETIL SILILATO DE DIÓXIDO DE SILÍCIO

O Dimetil Sililato de Dióxido de Silício é um dióxido de silício pirogênico modificado hidrofóbico. Trata-se de uma matéria-prima sintética que repele a água, podendo reduzir a viscosidade de emulsões ricas. Proporciona à pele um toque menos gorduroso. As fórmulas à base de óleos ficam mais espessas com esse ingrediente.

DIÓXIDO DE SILÍCIO

O dióxido de silício, muitas vezes chamado de silica, é um pó fino de origem mineral. É utilizado em fórmulas cosméticas como espessante ativo em óleos ou emulsões. Além disso, o dióxido de silício dá um efeito matificador sobre a pele, quando usado em emulsões, por conta de suas propriedades de adsorção de óleos. Dependendo do grau, também se utiliza o dióxido de silício

DIÓXIDO DE TITÂNIO (NANO)

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

DISTEARATO DE PEG-150

O Distearato de PEG-150 é um versátil ingrediente de origem natural e sintética, com ação especialmente suave sobre a pele. Como emulsificante, ele estabiliza os cremes e dá consistência. Também pode atuar como espessante em shampoos, géis de banho ou géis de barbear.

DMDM HIDANTOÍNA

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE). Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor. A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos. As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal. A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto. Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

EDTA

O EDTA e os sais de EDTA (ex.: EDTA Trissódico) são produzidos sinteticamente. A principal finalidade da adição desse ingrediente em produtos cosméticos é sua excelente propriedade na ligação de íons de metal. A ligação de íons de metal ajuda a prevenir a deterioração dos produtos cosméticos.

EDTA DISSÓDICO

O EDTA e os sais de EDTA (ex.: EDTA Trissódico) são produzidos sinteticamente. A principal finalidade da adição desse ingrediente em produtos cosméticos é sua excelente propriedade na ligação de íons de metal. A ligação de íons de metal ajuda a prevenir a deterioração dos produtos cosméticos.

EDTA TETRASSÓDICO

O EDTA e os sais de EDTA (ex.: EDTA Trissódico) são produzidos sinteticamente. A principal finalidade da adição desse ingrediente em produtos cosméticos é sua excelente propriedade na ligação de íons de metal. A ligação de íons de metal ajuda a prevenir a deterioração dos produtos cosméticos.

EDTA TRISSÓDICO

O EDTA e os sais de EDTA (ex.: EDTA Trissódico) são produzidos sinteticamente. A principal finalidade da adição desse ingrediente em produtos cosméticos é sua excelente propriedade na ligação de íons de metal. A ligação de íons de metal ajuda a prevenir a deterioração dos produtos cosméticos.

ESQUALANO

O esqualano é um óleo ramificado, transparente e inodoro, que pode ser usado como componente em emulsões, desodorantes e pastas. A parte principal da molécula deriva-se do óleo de oliva. O esqualano apareceu como emoliente nos anos 1950. Ele é de ocorrência natural na pele humana. É um componente importante do sebo cutâneo, presente em 15% dele. O sebo protege a pele do ressecamento, formando uma camada hidrolípida. Dessa forma, o esqualano protege a pele contra a perda de umidade, pode promover uma melhor hidratação e deixar a pele suave e com boa elasticidade. Pelo fato de o esqualano fazer parte da pele, esta apresenta alta tolerabilidade a esse ingrediente.

ESTEARAMIDOPROPIL DIMETILAMINA

A Estearamidopropil Dimetilamina é utilizada em condicionadores e tratamentos para os cabelos. Ela melhora a aparência e sensação dos cabelos, aumentando o volume, a elasticidade ou o brilho ou melhorando a textura dos cabelos danificados fisicamente ou em tratamentos químicos.

ESTEARATO DE ALQUILA C20-40

O Estearato de Alquila C20-40 é uma cera éster sintética bastante dura e de alto ponto de fusão. Ele pode substituir a fração monoestérica do mel de abelha em produtos cosméticos. Costuma-se utilizá-lo em desodorantes roll-on ou como estabilizante em emulsões, melhorando a consistência.

ESTEARATO DE ETILEXILA

O Estearato de Etilexila é um óleo cosmético de rápida absorção com boa distribuição e estabilidade à oxidação. Uma parte da molécula é de origem vegetal e renovável (óleo de palma e/ou palmiste). A outra parte é obtida de matéria-prima petroquímica.

O Estearato de Etilexila é adequado a todos os tipos de cremes e loções,  óleos corporais e aditivos de banho e para uso em protetores solares (em função de sua compatibilidade com filtros UV).

ESTEARATO DE GLICERILA

O Estearato de Glicerila atua como intensificador da consistência e co-emulsificante em emulsões O/A, sendo de origem vegetal. É utilizado como estabilizador em cremes e loções do tipo “óleo em água”, por apresentar propriedades de aumento da viscosidade e estabilização da emulsão. Em produtos cosméticos e de higiene pessoal, o estearato de glicerila é amplamente utilizado, sendo encontrado em loções, cremes, pós, produtos de limpeza da pele, bases de maquiagem, máscara, sombra, delineador, condicionadores e enxaguantes para cabelos e protetores solares.

ESTEARATO DE GLICERILA EMULSIONÁVEL

O Estearato de Glicerila Emulsionável é um emoliente e emulsificante natural (ajuda na mistura de água e óleo). Trata-se da forma “autoemulsificante” do Estearato de Glicerila. Ele contém também uma pequena quantidade de sódio e/ou de estearato de potássio. Estabiliza emulsões e proporciona uma excelente textura. O Estearato de Glicerila atua como lubrificante na superfície da pele, dando-lhe uma aparência macia e suave. Ele também desacelera a perda de água pela pele, formando uma barreira sobre a superfície cutânea.

ESTEARATO DE ISOPROPILA

O estearato de isopropila é o éster da reação entre álcool isopropílico e ácido esteárico. Sua principal composição é de origem vegetal e renovável (óleo de palma e/ou de palmiste). Uma pequena parte da molécula é obtida de matéria-prima petroquímica. O ésteres de estearato atuam principalmente como lubrificantes na superfície da pele, dando-lhe uma aparência macia e suave.

ESTEARATO DE MAGNÉSIO

O Estearato de Magnésio é o sal de magnésio do ácido esteárico. O ácido esteárico é derivado de óleos vegetais. O Estearato de Magnésio auxilia na estabilização e espessamento de cremes, especialmente nas chamadas emulsões "água em óleo”.

ESTEARATO DE PEG-40

O Estearato de PEG-40 é um ácido graxo etoxilado, derivado do ácido esteárico. Atua como surfactante, emulsificante, espessante e é de uso adequado em umectantes para a pele e produtos para o corpo.

ESTEARATO DE SÓDIO

Os sais de estearato são geralmente usados por conta de suas propriedades lubrificantes. Também ajudam a impedir a separação dos óleos e componentes líquidos das emulsões. Os sais de estearato aumento a espessura da parte lipídica (óleos) dos produtos cosméticos e de higiene pessoal e reduzem a aparência clara ou transparente dos produtos acabados.

ESTEARATO DE SORBITANO

O ESTEARATO DE SORBITANO é um emulsificante de origem vegetal produzido pela reação de dois ingredientes de ocorrência natural: o sorbitol e o ácido esteárico, um ácido graxo. Como emulsificante “água em óleo”, é utilizado em uma gama de produtos cosméticos para criação de emulsões “óleo em água” estáveis.

ESTEARATO DE TRIDECILA

O Estearato de Tridecila costuma ser uma junção única de ésteres de origem não animal. A parte sensorial desta mistura emoliente é rica, sem ser pegajosa, com duradouro toque sedoso e macio. Derivado de fontes vegetais (semente/caroço/fruto do coco e/ou da palma) e sintéticas.

ESTEARATOS DE ALUMÍNIO

Os Estearatos de Alumínio são o sal de alumínio de um ácido graxo. Utilizados em muitas fórmulas cosméticas, uma vez que aumenta a estabilidade das emulsões e a textura de fórmulas como cremes ou loções. Os Estearatos de Alumínio atuam como componente que retém água e dá consistência. Eles formam “oleogéis” em fórmulas à base de óleo.

ESTEAROIL GLUTAMATO DE SÓDIO

Esse ingrediente é um emulsificante hipoalergênico, produzido à base de um aminoácido, com propriedades de purificação e cuidados com a pele, ajudando a mantê-la em boas condições. Seu pH é similar ao da pele, portanto, é bastante leve. O estearoil glutamato de sódio é natural e ecológico.

ÉTER BUTÍLICO PPG-14

O Éter Butílico PPG-14 é um ingrediente sintético que mantém a pele em boas condições, proporcionando uma sensação macia. A sigla "PPG" refere-se a um derivado de polipropilenoglicol. As matérias-primas à base de PPG têm longo histórico de uso em produtos cosméticos e farmacêuticos. Têm boa tolerância na pele, porém não são biodegradáveis.

ÉTER DICAPRÍLICO

O Éter Dicaprílico pode ser obtido de fontes vegetais (do óleo de palma ou óleo de palmiste) ou retirado de matérias-primas petroquímicas. É encontrado em, por ex., hidratantes/loções para a pele, protetores solares, tratamentos anti-idade, cremes para a área dos olhos e desodorantes.

ÉTER ESTEARÍLICO PPG-15

O Éter Estearílico PPG-15 é um óleo cosmético altamente polar que proporciona à pele uma sensação suave e elástica. A principal parte de sua composição é sintética. Uma parte pequena da molécula pode ser de origem renovável/vegetal. A sigla "PPG" refere-se a um derivado de polipropilenoglicol. As matérias-primas à base de PPG têm longo histórico de uso em produtos cosméticos e farmacêuticos. Têm boa tolerância na pele, porém não são biodegradáveis.

ETIDRONATO TETRASSÓDICO

O Etidronato Tetrassódico atua como emulsificante, estabilizando as misturas de óleo e água.

ETILHEXILGLICERINA

Sendo um emoliente e hidratante leve, ela melhora a sensação da pele em formulações cosméticas. Além disso, ela pode melhorar a eficácia de conservantes tradicionais e ser usada como estabilizante antimicrobiano, junto a outros ingredientes cosméticos. A etilhexilglicerina é aprovada no mundo inteiro como aditivo versátil e multifuncional, sendo um desodorizante bastante eficaz. A etilhexilglicerina inibe o crescimento e proliferação de bactérias que causam odores, sem afetar a flora da pele.

ETILPARABENO

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE). Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor. A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos. As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal. A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto. Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

EXTRATO DE BROTO DE BAMBUSA VULGARIS

O Extrato de Broto Bambu (Bambusa Vulgaris) é um ingrediente de origem vegetal. O ingrediente é utilizado principalmente em produtos para a pele para mantê-las em boas condições.

EXTRATO DE CASCA DE MAGNOLIA OFFICINALIS

O extrato da casca da planta Magnolia Officinalis, que contém magnolol e honoquiol, estimula a síntese de adiponectina nas células da pele e o aumento da quantidade e tamanho das células que proporcionam o volume. Pode ser um eficaz ingrediente no reajuste às alterações causadas pela idade nas estruturas cutâneas faciais. Além disso, possui propriedades antioxidantes e antimicrobianas.

EXTRATO DE CASCALHO/FOLHA DE HAMAMELIS VIRGINIANA

Esse extrato é feito a partir da folha da planta Hamamelis Virginiana. É obtido pelo processamento a frio da folha da planta. É de amplo uso nos cosméticos e produtos de cuidados pessoais. Utiliza-se o extrato da folha de Hamamelis Virginiana na formulação de produtos para banhos, produtos de limpeza corporal, desodorantes, condicionadores capilares, shampoos, produtos para a pele, maquiagem para os olhos e loções pós-barba.

EXTRATO DE CENTAUREA CYANUS

O extrato da flor de centaurea cyanus também é conhecido pelo nome de extrato de centáurea. A centáurea, com sua coloração azul escura, costumava ser abundante nos campos de flores da Grã-Bretanha. Seu nome específico, cyanus, significa literalmente “azul escuro” em grego. Esse ingrediente vegetal é utilizado amplamente em produtos cosméticos de cuidados para a pele.

EXTRATO DE CHONDRUS CRISPUS

O extrato de chondrus crispus, conhecido também pelo nome de musgo-do-mar, é um polímero aniônico natural extraído de algas vermelhas. Dependendo tipo, o extrato de chondrus crispus é solúvel em água fria ou quente, podendo deixar a água mais espessa e também formar géis. Em produtos cosméticos, é utilizado no espessamento de produtos de limpeza corporal ou na estabilização de emulsões.  O extrato de chondrus crispus tem ainda um perfil sensorial específico que dá à pele um toque agradável.

EXTRATO DE CONCHA DE OSTREA

O Extrato de Concha de Ostrea é feito a partir das conchas das ostras. É utilizado em diferentes formulações cosméticas.

EXTRATO DE FOLHA DE CAMELLIA SINENSIS / CHÁ PRETO

O chá preto é feito a partir de folhas de chá murchas e modeladas, submetidas depois à fermentação. Assim, conclui-se o processo de oxidação. O extrato é produzido em um cuidadoso processo de extração, ideal para permitir a retenção dos ingredientes naturais. Pelo fato de conter cafeína, o extrato de chá preto tem um efeito revigorante sobre a pele, conferindo uma sensação de frescor.

EXTRATO DE FOLHA DE CAMELLIA SINENSIS / CHÁ VERDE

O Extrato de Folha de Camellia Sinensis é um extrato de chá verde derivado das folhas de Camellia Sinensis. O extrato de chá verde é naturalmente rico em antioxidantes, também conhecidos por protegerem as células. Também se usa o chá verde em função de seu efeito antioxidante, que protege a pele do efeito prejudicial dos radicais livres.

EXTRATO DE FOLHA DE GINKGO BILOBA

A ginkgo, conhecida como a “árvore milagreira”, foi levada do Japão à Europa há 200 anos. O extrato de folha de Ginkgo Biloba é produzido em um cuidadoso processo de extração, ideal para permitir a retenção dos ingredientes naturais. O extrato de folha de ginkgo biloba contém as seguintes classes de ingredientes: flavonoides, bilobalídeos e ginkgolídeos. Os extratos de folha de ginkgo biloba são conhecidos pelas propriedades de cura.

EXTRATO DE FUCUS VESICULOSUS

 

O Extrato de Fucus Vesiculosus é um extrato do talo seco da alga fava-do-mar. A fava-do-mar é um tipo de alga (macroalga) castanha comestível. O extrato apresenta uma concentração incrivelmente alta de minerais, inclusive de sódio e potássio.

EXTRATO DE MARIS LIMUS

O Extrato de Maris Limus contém traços de minerais, como o enxofre e o zinco.

EXTRATO DE MENTHA AQUATICA

O extrato de hortelã-de-água é produzido em um cuidadoso processo de extração, ideal para permitir a retenção dos ingredientes naturais. Os produtos com hortelã-de-água adquirem um leve aspecto revigorante e refrescante.

EXTRATO DE NELUMBIUM SPECIOSUM

A flor de lótus tem, há muito, um grande significado religioso em muitas culturas asiáticas, vista como símbolo de pureza, virgindade, fertilidade e amor. O extrato de flor de lótus é produzido em um cuidadoso processo de extração, ideal para permitir a retenção dos ingredientes naturais. As flores de lótus apresentam uma rugosidade natural, chamada “efeito de lótus". Possui uma superfície autolimpante, que resulta no escorrimento da água na forma de contas, limpando eventuais partículas de sujeira da superfície. Os produtos com extrato de flor de lótus são conhecidos pelo leve aspecto adstringente e calmante.

 

EXTRATO DE ORYZA SATIVA

O arroz negro teve sua origem na China. Também é conhecido por lá como “arroz proibido”, já que, no passado, tratava-se de uma raridade reservada exclusivamente ao imperador e sua família. O arroz negro é produzido em um cuidadoso processo de extração, ideal para permitir a retenção dos ingredientes naturais. Contém diversos elementos e minerais, principalmente ferro e proteínas.

EXTRATO DE PSIDIUM GUAJAVA

Os extratos de goiaba são produzidos em um cuidadoso processo de extração, ideal para permitir a retenção dos ingredientes naturais. A goiaba é uma fruta exótica, cultivada em países tropicas e subtropicais. Pertence a uma classe de antigas árvores frutíferas, sendo considerada uma superfruta. A goiaba é rica em vitamina C, ferro e cálcio. “Vitamina C” é outro nome para ácido ascórbico. O ácido ascórbico é utilizado como antioxidante e regulador de pH em uma vasta gama de fórmulas cosméticas.

EXTRATO DE RAIZ DE GLYCYRRHIZA GLABRA

Esse ingrediente tem sabor doce, extraído da raiz do alcaçuz. É possível encontrá-lo no sul da Europa e partes da Ásia, como na Índia. Não tem relação botânica com o anis, estrela-de-anis ou erva-doce, que são fontes de compostos de sabores similares.

EXTRATO DE RAIZ DE GLYCYRRHIZA INFLATA

O Extrato de Raiz da planta Glycyrrhiza Inflata, também chamada de Licochalcona A, deriva-se das raízes do alcaçuz chinês. Ele tem propriedades anti-irritantes, antioxidantes, antibacterianas e anti-inflamatórias. O extrato de raiz de Glycyrrhiza Inflata pode melhorar o estado da pele sensível e irritada, protegendo-a da formação de radicais livres pela ação da radiação UV.

EXTRATO DE TILIA TOMENTOSA

O Extrato de Tilia Tomentosa, também conhecido como extrato de tília, é produzido por meio de um processo de extração cuidado em múltiplas etapas, o que é ideal para a retenção de seus ingredientes naturais. Os produtos com extrato de tília dão um leve efeito calmante sobre a pele seca e sensível.

 


F-J

FARINHA DE AVENA SATIVA

A aveia (Avena) é uma planta de até um metro de altura, presente em todo o mundo (exceto nos trópicos). Os principais componentes dos frutos são: carboidratos, proteínas, gorduras e flavonoides.

 

FENOXIETANOL

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE).

Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor.

A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos.

As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal.

A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto.

Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

 

FOSFATO DE DIAMIDO

O Fosfato de Diamido é um amido natural modificado em que se costuma utilizar amido de milho. O pó de amido, de proporções nanométricas, adsorve grandes quantidades de lipídios (óleos). Por conta disso, o fosfato de diamido pode proporcionar à pele uma sensação menos gordurosa, leve e macia ao ser incorporado em emulsões, como cremes e loções.  Ele é útil especialmente na matificação de produtos cosméticos.

 

FOSFATO DE HIDROXIPROPILAMIDO

O Fosfato de Hidroxipropilamido é um polímero à base de amido de milho modificado, utilizado normalmente como agente espessante e estabilizante em emulsões, como cremes ou loções, principalmente na presença de minerais ou sais. Ele dá estabilidade aos cremes e loções, trazendo um toque leve e macio à pele.

 

GERANIOL – FLORAL-ROSA-GERÂNIO

Ingrediente emblemático presente em muitas plantas diferentes, como a rosa e o gerânio, lavanda ou óleo de néroli, citronela etc. Ao caminharmos por um jardim de rosas, podemos senti-lo à nossa volta. Usado em fragrâncias, ele traz um toque floral refrescante e natural

 

GLICERÍDEOS DE COCO

Os glicerídeos de coco são matérias-primas 100% renováveis. São obtidos a partir de óleo de triglicerídeos vegetais, extraído dos frutos de coqueiros/palmeiras. Esse emoliente é de amplo uso em produtos cosméticos, mantendo a pele com boa elasticidade, suave e em boas condições.

 

GLICERÍDEOS DE COCO HIDROGENADOS

Os Glicerídeos de Coco Hidrogenados, conhecidos também como óleo de coco hidrogenado, são um lipídio de origem vegetal. Esse óleo é utilizado como hidratante repositor e intensificador de consistência em produtos cosméticos.

 

GLICERIL PALMATO HIDROGENADO PEG-200

O Gliceril Palmato Hidrogenado PEG-200 tem origem em partes natural (óleo de palma) e em parte sintética. Esse palmato é um emulsificante bastante leve, sendo usado normalmente para aumentar a viscosidade em géis de banho ou shampoos.

 

GLICERINA

A glicerina (às vezes chamada de glicerol) é um composto alcoólico de ocorrência natural encontrado em todos os tecidos animais, vegetais e humanos, inclusive na pele e no sangue. A glicerina é utilizada amplamente nos cosméticos e produtos de cuidados pessoais, podendo ser obtida a partir de fontes naturais (ex.: soja, cana-de-açúcar e xarope de milho) ou fabricada sinteticamente. Esta forma sintética é quimicamente idêntica à glicerina natural, uma vez que o corpo trata ambas as formas igualmente. Trata-se de um umectante bastante conhecido que impede a perda da umidade dos produtos e da pele, além de proteger e condicionar a pele.

 

GLICOL CAPRÍLICO

O Glicol Caprílico é um aditivo multifuncional, que atua como agente umectante e regulador da viscosidade. Ele é conhecido por conferir à pele uma sensação boa e suave. O ingrediente oferece também propriedades antimicrobianas, encontrando seu uso na formulação de emulsões e produtos com enxágue.

 

GLICOL DE PENTILENO

O Glicol de Pentileno é um umectante sintético utilizado em produtos cosméticos e produtos de beleza, sendo também usado como solvente e conservante. É solúvel tanto em água quanto em óleo e pode apresentar propriedades hidratantes e antimicrobianas.

 

GOMA DE CELULOSE

A Goma de Celulose é um polímero solúvel em água à base de celulosa natural modificada. A Goma de Celulose atua como espessante em diversos produtos aquosos quando neutralizada. Ela pode formar géis transparentes ou aumentar a consistência das emulsões. A Goma de Celulose é usada amplamente em produtos cosméticos, farmacêuticos ou alimentícios.

 

GOMA DE TAPIOCA

A Goma de Tapioca é um amido granular natural extraído das raízes da mandioca. O pó do amido, de proporções nanométricas, adsorve grandes quantidades de lipídios (óleos). Por conta disso, a Goma de Tapioca dá à pele uma sensação suave, macia e menos gordurosa quando incorporado em emulsões, como cremes e loções. Ela é útil especialmente na matificação de produtos cosméticos.

GOMA XANTANA

A goma xantana é um biopolímero, também chamado de polissacarídeo. Trata-se de uma matéria-prima de origem natural, produzida pela fermentação bacteriana da Xanthomonas campestris com glicose (milho) e proteína (soja). A goma xantana incha em soluções aquosas, aumentando a viscosidade. Acumula géis translúcidos e transparentes e, em emulsões como cremes ou loções, utiliza-se essa goma para melhorar a estabilidade.

 

1,2-HEXANEDIOL

O 1,2-Hexanediol normalmente atua como hidratante, umectante, solubilizante e condicionante da pele, solubilizando os princípios ativos lipolíticos. Esse ingrediente tem seu uso mais comum na formulação de produtos para a pele e os cabelos, perfumes, produtos de higiene pessoal, maquiagens e outros.

 

HECTORITA DE DIESTEARDIMÔNIO

A Hectorita de Diesteardimônio é uma argila lipofílica modificada, também chamada de argila orgânica. Essa matéria-prima faz o espessamento de óleos e é utilizada em desodorantes aerossóis, sabões em barra ou produtos de maquiagem. A hectorita de diesteardimônio também estabiliza emulsões, em função de suas propriedades espessantes.

 

HIALURONATO DE SÓDIO

O Hialuronato de Sódio é o sal sódico do ácido hialurônico polissacarídeo do próprio corpo. Sua dissociação se dá no ácido hialurônico, que desempenha — dependendo do tamanho molecular — funções específicas na biologia cutânea. O ácido hialurônico de baixo peso molecular ativa a síntese do ácido hialurônico da própria pele, em camadas epidérmicas mais profundas, aumentando assim o preenchimento de rugas e a desaceleração da formação de novas linhas e rugas. Já o ácido hialurônico de alto peso molecular pode fazer a ligação em até 1000 vezes seu tamanho molecular, funcionando como hidratante.

 

HIDROXIETILCELULOSE

A Hidroxietilcelulose é um polímero não iônico, solúvel em água, à base de celulose natural modificada. Atua como espessante em diversos produtos aquosos, especialmente na presença de maiores quantidades de álcool. Pode formar géis transparentes ou aumentar a consistência das emulsões para pele ou produtos de limpeza corporal.

 

HOMOSALATO

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

 

IMIDAZOLIDINIL UREIA

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE).

Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor.

A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos.

As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal.

A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto.

Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

 

ISO-HEXADECANO

O iso-hexadecano é um hidrocarboneto de alta pureza, emoliente de base petroquímica. Proporciona uma sensação leve e macia à pele, protegendo-a da desidratação.

 

FOSFATO CETIL-DIAMÔNICO DE HIDROXIETIL

O Fosfato Cetil-Diamônico de Hidroxietil é um sal quaternário de amônio. Como proporciona aos cabelos boa penteabilidade e impede ou inibe o acúmulo de eletricidade estática, é utilizado na formulação de condicionadores, tintas e cores.

 

FOSFATO DE TRICETEARETH-4

O Fosfato de Triceteareth-4 é um emulsificante produzido sinteticamente que é utilizado em emulsões “óleo em água” líquidas e cremosas, sendo também de uso adequado em cremes para as mãos. Atua como emulsificante, com excelentes propriedades de emulsificação.

 

GLICERÍDEOS DE ÓLEO DE PALMA HIDROGENADO

O Glicerídeo de Óleo de Palma Hidrogenado é um tipo de lipídeo, que pode ser de origem natural ou sintética. Atua como emoliente e agente emulsificante. Após a aplicação, ele melhora o toque da pele e dos lábios. Também é utilizado para melhorar a distribuição das fórmulas cosméticas, de modo que melhoram a sensação dos produtos para a pele.

 

GLICERINA

A glicerina (às vezes chamada de glicerol) é um composto alcoólico de ocorrência natural encontrado em todos os tecidos animais, vegetais e humanos, inclusive na pele e no sangue. A glicerina é utilizada amplamente nos cosméticos e produtos de cuidados pessoais, podendo ser obtida a partir de fontes naturais (ex.: soja, cana-de-açúcar e xarope de milho) ou fabricada sinteticamente. Esta forma sintética é quimicamente idêntica à glicerina natural, uma vez que o corpo trata ambas as formas igualmente. Trata-se de um umectante bastante conhecido que impede a perda da umidade dos produtos e da pele, além de proteger e condicionar a pele.

 

GLICOL

Os glicóis são compostos orgânicos que pertencem à categoria de álcoois. Os glicóis são utilizados como solventes e agentes de redução da viscosidade. Podem ser usados como umectantes para impedir a perda de umidade dos produtos.

 

GLICOSE

A glicose é um açúcar bastante conhecido, de ocorrência natural, encontrado nas frutas e em outras partes de plantas. A glicose é o monossacarídeo mais abundante, sendo uma subcategoria de carboidratos. A glicose é produzida principalmente por plantas e pela maioria das algas durante a fotossíntese a partir de água e dióxido de carbono, utilizando a energia da luz solar. Em usos cosméticos, utiliza-se a glicose como espessante não iônico, ex.: produtos para a pele.

 

HEXACAPRILATO/HEXACAPRATO DE DIPENTAERITRITILA

O Estearato de Tridecila, o Trimelitato de Tridecila e o Hexacaprilato/ Hexacaprato de Dipentaeritritila são misturados em uma junção única de ésteres de origem não animal. A parte sensorial desta mistura emoliente é rica, sem ser pegajosa, com duradouro toque sedoso e macio. Obtida a partir de fontes vegetais (semente/caroço/fruto do coco e/ou da palma) e sintéticas.

 

HIDROLISADO DE AMIDO HIDROGENADO

O Hidrolisado de Amido Hidrogenado é o produto final da hidrogenação controlada do xarope de milho. É um tipo de álcool de açúcar, derivado da glicose. Utiliza-se o Hidrolisado de Amido Hidrogenado em fórmulas cosméticas como agente protetor, espessante e umectante.

 

HIDRÓXIDO DE SÓDIO

O Hidróxido de Sódio é utilizado amplamente em produtos cosméticos na regulação e estabilização do pH desses produtos.

 

HIDROXIPROPIL- METIL-CELULOSE

A Hidroxipropil-Metil-Celulose é um polímero não iônico, solúvel em água, à base de celulose natural modificada. Atua como espessante em diversos produtos aquosos, especialmente na presença de maiores quantidades de álcool. Pode formar géis transparentes ou aumentar a consistência das emulsões para pele ou produtos de limpeza corporal.

 

ISODODECANO

O Isododecano é um óleo incolor de origem fóssil. É produzido em um processo especial que utiliza o isobuteno como matéria-prima.

É de alta pureza e protege a pele da desidratação, proporcionando texturas agradáveis. O Isododecano é adequado a produtos tanto para a pele quanto para os cabelos.

 

ISOESTEARATO DE GLICERILA

O Isoestearato de Glicerila é uma mistura de glicerina e ácido isoesteárico, que pode ser de origem natural ou sintética. É inserida em cremes e loções para a formação de misturas homogêneas de óleo e água. Além de estabilizar as emulsões, ele também influencia na consistência das fórmulas.

 

ISOSTEARATO DE GLICERILA  PEG-90

O Isostearato de Glicerila PEG-90 é um emulsificante de origem natural e sintética, com ação especialmente suave sobre a pele. É utilizado principalmente por seu efeito espessante em shampoos, géis de banho ou géis de barbear.

 

ISONONANOATO DE CETEARILA

 

O Isononanoato de Cetearila é o éster do Ácido Pelargônico com Álcool Cetoestearílico. Sua principal composição é de origem vegetal e renovável (óleo de palma e/ou de palmiste). Uma pequena parte da molécula é obtida de matéria-prima petroquímica. O Isononanoato de Cetearila é de viscosidade média, com fortes propriedades hidrofóbicas (repele a água) que suavizam e amaciam a pele seca.

 


K-O

LACTATO DE SÓDIO

O Lactato de Sódio é um ácido alfa-hidroxiácido, que pertence ao grupo dos fatores hidratantes naturais, contendo propriedades hidratantes e também ceratolíticas. O lactato de sódio tem propriedades hidratantes. Ele reduz a descamação da pele e equilibra seu pH. Além disso, combate os sintomas da pele seca. O lactato de sódio apresenta também efeitos comedolíticos. Ele  inibe a formação de comedões, ajudando a pele liberar a pele morte e, assim, prevenir o entupimento dos folículos.

 

LANOLINA

A lanolina  é um valioso subproduto do setor de produção de lãs. É uma substância natural derivada da secreção de sebo das ovelhas. A lanolina é usada amplamente em produtos farmacêuticos e cosméticos há anos. Ela dá um ótimo efeito hidratante, amaciante e curativo em rachaduras cutâneas e na pele seca e escamosa.

 

LAURAMIDOPROPIL BETAÍNA

A Lauramidopropil Betaína é um surfactante anfotérico leve, usado em shampoos e produtos de limpeza para a pele. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.

 

LAURIL ÉTER SULFATO DE MIPA

O Lauril Éter Sulfosuccinato de MIPA é um surfactante aniônico, usado em shampoos e produtos de limpeza para a pele. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.

 

LAURIL ÉTER SULFATO DE SÓDIO

O Lauril Éter Sulfato de Sódio é um álcool etoxilado que funciona como surfactante aniônico. Por conta de suas propriedades eficazes de limpeza, formação de espuma e espessamento, é usado principalmente em produtos de limpeza corporal, como espumas de banho, géis de banho e shampoos.

 

LAURIL ÉTER SULFOSUCCINATO DISSÓDICO

O Lauril Éter Sulfosuccinato Dissódico é um surfactante aniônico, usado em shampoos e produtos de limpeza para a pele. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.

 

LAURIL GLICOSÍDEO

O Lauril Glicosídeo forma-se pela reação de um tipo de álcool à glicose. O resultado é um surfactante leve, amplamente usado em produtos de cuidados infantis, faciais e limpeza corporal. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.

 

LAURIL HIDROXISULTAÍNA

A Lauril Hidroxisultaína é um surfactante leve. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.

 

LAURIL SULFATO DE SÓDIO

O Lauril Sulfato de Sódio é um surfactante aniônico à base de sulfato de origem natural e mineral. Ele tem ótimas propriedades de formação de espuma e purificação corporal. Costuma ser usado juntamente com outros surfactantes em shampoos ou géis para banho, ou como aditivo em ingredientes insolúveis em água.

 

LEVULINATO DE SÓDIO

O ácido levulínico, bem como o respectivo levulinato de sódio (o sal sódico do ácido levulínico), são utilizados em produtos de higiene pessoal e também em cosméticos autorizados. O ácido levulínico  pode ser preparado a partir da sacarose natural. É usado como agente condicionador para a pele em produtos cosméticos, mantendo a pele saudável.

 

LIMONENO – HERBAL-FRESCO-CITRUS

Esse ingrediente é presente em larga escala em óleos essenciais, seja em grandes proporções (laranja, limão, lima etc.) ou em menores (endro, tomilho, cominho etc.). É possível encontrar o limoneno em todo canto, inclusive em bebidas (suco de laranja, Coca-Cola etc.). Tem um aspecto cítrico efervescente, dando uma sensação de limpeza, frescor e suculência.

 

LINALOL – LAVANDA-FLORAL-FRESCO

Matéria-prima presente em muitos óleos essenciais naturais, em diferentes proporcionais, desde grandes (lavanda, manjericão, bergamota etc.) a baixas (rosa, gerânio, flor de laranjeira, diversos legumes e queijos, hortelã etc.). Ao visitarmos a região de Provença e seus campos de lavanda, sentimos o linalol. Esse ingrediente, com seu versátil caráter floral fresco, é de uso comum e é essencial na criação de notas de coração florais.

 

MALTODEXTRINA

A maltodextrina é um polissacarídeo também utilizado como aditivo alimentar. A maltodextrina é de fácil digestão, sendo absorvida na mesma velocidade que a glicose, podendo também ser razoavelmente doce. É produzida a partir do amido vegetal por meio de hidrólise parcial, e normalmente encontrada na forma de pó higroscópico branco submetido a secagem por atomização. As principais funções em usos cosméticos são a ligação e estabilização de emulsões.

 

MANTEIGA DE BUTYROSPERMUM PARKI / KARITÉ

A Manteiga de Butyrospermum Parki / Karité é o extrato cremoso do fruto de carité, árvore encontrada na África. Ela é usada na África há muitos anos para melhorar a força e brilho da pele e dos cabelos. A manteiga de karité é um superingrediente para a pele. Contém altos níveis naturais de vitamina A e, com muitas propriedades curativas. Assim como a manteiga normal, a manteiga de karité derrete-se à temperatura corporal, deixando na pele uma sensação macia e suave. Ela contém um complexo de diferentes lipídios, essencialmente, ácidos graxos e nutrientes necessários à produção de colágeno e que podem ajudar na função protetora da pele.

 

MANTEIGA DE SEMENTE DE THEOBROMA CACAO

A Manteiga de Semente de Theobroma Cacao (também chamada de manteiga de cacau) é a gordura cor de creme extraída das sementes do cacau (grãos de cacau), em sua maior parte, na África ocidental, Malásia, Brasil, América Central, Índia e Sri Lanka. É usada amplamente para acrescentar sabor, cheiro e suavidade ao chocolate, sendo também bem conhecida no setor de cosméticos. A manteiga de cacau é uma das gorduras naturais mais estáveis. Ela derrete à temperatura corporal e é usada para manter a pele hidratada, macia, suave e elástica.

 

METIL PROPANEDIOL

O metil propanediol é um glicol orgânico sintético, que funciona como solvente. Em fórmulas cosméticas, ele pode melhorar a absorção de ingredientes na pele. Apresente, ainda, acentuadas propriedades hidratantes, que deixam na pele um toque macio e refrescante.

 

METIL TAURATO DE COCOÍLA DE SÓDIO

O Metil Taurato de Cocoíla de Sódio é um surfactante usado, principalmente, na fabricação de sabões.

 

METILCLOROISOTIAZOLINONA

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE).

Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor.

 

METILISOTIAZOLINONA

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE).

Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor.

A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos.

As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal.

A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto.

Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

 

METILPARABENO

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE).

Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor.

A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos.

As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal. A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto.

Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

 

METILPARABENO DE SÓDIO

Esse ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE).

Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Trata-se de algo importante para a segurança do consumidor.

A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos.

As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal.

A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto.

Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

 

METOSSULFATO DIAMÔNICO BIS-(ISOSTEAROÍLA/OLEOÍL/ISOPROPILA)

O Metossulfato Diamônico Bis-(Isostearoíla/Oleoíl/Isopropila) é um agente condicionante com bom desempenho em termos de penteabilidade, dando mais maciez e brilho.

 

METOXICINAMATO DE ETILEXILA

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

 

MIRISTATO DE ISOPROPILA

O Miristato de Isopropila é um emoliente incolor e inodoro. É parcialmente à base de ácidos graxos naturais; uma pequena parte da molécula é obtida de matéria-prima petroquímica. Ele deixa a pele macia e elástica.

 

MIRISTATO DE MIRISTILA

O Miristato de Miristila é uma cera cosmética que tem seu ponto de fusão superior à temperatura do corpo. Esse emoliente vegetal é de uso adequado em produtos para a ele, como loções corporais, cremes e também em desodorantes roll-on. Deixa a pele macia e com elasticidade.

 

MIRISTIL ÉTER SULFATO DE SÓDIO

O Miristil Éter Sulfato de Sódio é um surfactante aniônico, usado em shampoos e produtos de limpeza para a pele. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.

 

N-BUTILPARABENO

Esse ingrediente pertence ao grupo de parabenos. Os parabenos são conservantes que mantêm os produtos cosméticos frescos, para uso com segurança. Sem conservantes, como parabenos, muitos cosméticos — principalmente os que contêm água — estragariam logo após a abertura da embalagem. Os parabenos garantem que aquela nossa loção corporal, creme facial ou outro produto favorito continue fresco como no primeiro dia de uso.

 

OCTENILSUCCINATO DE AMIDO SÓDICO

O Octenilsuccinato de Amido Sódico é um amido lipofílico modificado com alta afinidade com o óleo ou sebo. Utiliza-se normalmente o amido de milho como fonte natural. Esse ingrediente se dissolve também em água fria e estabiliza as emulsões.

 

OCTILDODECANOL

Esse ingrediente é à base de matérias vegetais renováveis, podendo também ser obtido de matérias petroquímicas. É usado amplamente como emoliente em produtos cosméticos, com boa capacidade de penetração e boas propriedades de dissolução em filtros UV e pigmentos, adequado para cremes, loções, desodorantes e maquiagens. Deixa a pele macia e com elasticidade.

 

OCTOCRILENO

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

 

OLEATO DE DECILA

O Oleato de Decila é o éster do álcool decílico com ácido oleico. É um emoliente de obtenção natural que deixa uma sensação suave, sem pegajosidade e com boa elasticidade.

 

OLEATO DE GLICERILA

O Oleato de Glicerila tem origem vegetal e apresenta boas propriedades emulsificantes, sendo comumente usado na mistura e estabilização entre água e óleo. Além disso, ele deixa uma sensação macia e de elasticidade sobre a pele.

 

ÓLEO DE COLZA HIDROGENADA

O Óleo de Colza Hidrogenada é produto da hidrogenação controlada do óleo de colza natural. A hidrogenação de óleos é realizada há muitas décadas com o objetivo de prolongar a vida útil e torná-los mais estáveis. O óleo de colza hidrogenada tem uma vida útil muito longa e não estraga tão rapidamente quanto o óleo sem tratamento. Um exemplo comum de óleo hidrogenado é a margarina. Às vezes, na literatura, descreve-se o óleo de colza pelo nome “óleo de Canola”. “Canola”, na verdade, é uma abreviação de Canadian Oilseed, Low-Acid, ou “óleo canadense de baixa acidez”. Ambos os óleos são similares, embora o óleo de canola contenha menos ácido erúcico que o de colza. Em usos cosméticos, ele atua como agente condicionador para a pele.

 

ÓLEO DE GLICINA DE SOJA

O óleo de soja é obtido a partir do grão da soja, por esmagamento ou extração, sendo refinado posteriormente. A soja é nativa da China e só chegou no continente americano no final do século XIX. A partir de então, alastrou-se rapidamente, com extenso cultivo. Com seu alto teor de gorduras e proteínas, a soja é alimento favorito no Leste Asiático desde tempos remotos.

Esse líquido claro, amarelo e semissecante, com odor leve e característico, é um típico óleo versátil. De 55 a 65% do óleo de glicina de soja consistem em múltiplos ácidos graxos insaturados, sendo utilizado amplamente como emoliente em produtos cosméticos.

 

ÓLEO DE OENOTHERA BIENNIS

O óleo de Oenothera Biennis é um dos óleos vegetais naturais considerados fontes de ácidos graxos Ômega 6 em alimentos. Deriva-se da prímula. Em produtos cosméticos, pode fortalecer a barreira da pele, repondo seus ácidos graxos e lipídios essenciais e hidratando e curando a pele e o couro cabeludo secos.

 

ÓLEO DE PERSEA GRATISSIMA

O óleo de abacate é um óleo obtido do fruto da Persea americana, o abacate. Esse óleo comestível, obtido em um processo de esmagamento, é utilizado tanto como ingrediente quanto como óleo de cozinha, e é cobiçado no setor de cosméticos por suas propriedades repositoras e hidratantes. O óleo de abacate é usado desde a época dos astecas e continua em amplo uso nos produtos cosméticos da atualidade. Sua rápida adsorção na pele deixa um toque suave e promove a elasticidade. Além disso, o abacate é cultuado entre os especialistas em nutrição e cuidados com a pele, em função de sua riqueza em vitaminas, nutrições, proteínas, antioxidantes e abundância de gorduras saldáveis.

 

ÓLEO DE PRUNUS AMYGDALUS DULCIS / ÓLEO DE AMÊNDOAS

O óleo de amêndoas é prensado a frio a partir de amêndoas maduras — o fruto doce descascado da amendoeira — e, em seguida, refinado. O óleo dourado, com seu aroma suave e doce de nozes, é usado há séculos na medicina e na área de cuidados com a pele. Além de serem um aperitivo delicioso, nutritivo e bastante saudável, o óleo extraído das amêndoas tem alta tolerância em todos os tipos de peles, especialmente as secas e sensíveis. O óleo de amêndoas tem alto teor de ácidos graxos insaturados (90%). Além disso, o óleo contém de 20 a 30% de ácido linoleico, substância presente naturalmente na pele humana.

 

ÓLEO DE RÍCINO HIDROGENADO

O Óleo de Rícino Hidrogenado, também chamado Óleo de Mamona Hidrogenado, é produto da hidrogenação controlada do óleo natural da semente de Ricinus Communis L. A hidrogenação de óleos é realizada há muitas décadas com o objetivo de prolongar a vida útil e torná-los mais estáveis. O óleo de rícino hidrogenado tem uma vida útil muito grande e não estraga tão rapidamente quanto o óleo sem tratamento. O óleo de rícino hidrogenado é uma substância espessa com ponto de fusão alto que atua como emoliente e espessante. Ele aumenta a viscosidade de cremes, pomadas e loções. Pode-se usá-lo em produtos cosméticos para obtenção de emulsões suaves e estáveis.

 

ÓLEO DE RÍCINO HIDROGENADO PEG-40

O Óleo de Rícino Hidrogenado PEG-40 é um polietilenoglicol derivado do óleo de rícino hidrogenado. Ele ajuda a formar emulsões pela redução da tensão superficial das substâncias a serem emulsificadas. Também auxilia na dissolução de  ingredientes em solventes nos quais eles não se dissolveriam sem esse auxílio. Os óleos de rícino PEG e os óleos de rícino hidrogenados PEG são produzidos, respectivamente, a partir do óleo de rícino e do óleo de rícino hidrogenado. O óleo de rícino é obtido a partir da prensagem a frio das sementes da planta Ricinus communis, seguida da purificação do óleo pelo calor.

 

ÓLEO DE RÍCINO HIDROGENADO PEG-7

O Óleo de Rícino Hidrogenado PEG-7 é um derivado do Óleo de Rícino Hidrogenado, produzido sinteticamente a partir do glicol de polietileno, que atua, em fórmulas cosméticas, como ingrediente de fragrâncias, condicionador para a pele, emoliente, surfactante e emulsificante. Os óleos minerais presentes em nossos produtos cosméticos são de grau farmacêutico, sendo, assim, muito puros.

 

ÓLEO DE SEMENTE DE ARGANIA SPINOSA / ÓLEO DE ARGAN

O óleo de argan (também chamado de Óleo de Semente de Argania Spinosa) é um óleo prensado a frio extraído das sementes da argânia. O óleo de argan contém importantes ácidos graxos ômega, como o ácido oleico e o ácido linoleico, assim como fenóis, α-tocoferol e vitamina E.

 

ÓLEO DE SEMENTE DE HELIANTHUS ANNUUS / ÓLEO DE GIRASSOL

O Óleo de Semente de Helianthus Annuus tem origem natural. A planta foi domesticada pela primeira vez no continente americano. O girassol comum é uma flor anual grande do gênero Helianthus, cultivada em larga escala em função do óleo e dos frutos comestíveis. Além disso, o óleo de girassol contém Vitamina E. Em usos cosméticos, ele atua como emoliente, dando uma sensação macia e agradável à pele.

 

ÓLEO DE SEMENTE DE MACADAMIA INTEGRIFOLIA

A macadâmia é um gênero de plantas da família Proteaceae. Conhecida principalmente por seu fruto, a noz de macadâmia, encontrada nas espécies macadamia integrifolia e macadamia tetraphylla e presente somente em Queensland, New South Wales e na região subtropical do leste da Austrália.

As partes utilizadas da macadâmia são os frutos ou as sementes. Além disso, a macadâmia contém alto teor de gordura (principalmente, ácidos graxos monoinsaturados e poli-insaturados) e de vitamina B. Utiliza-se a macadâmia em produtos cosméticos principalmente na forma de óleo base gorduroso.

 

ÓLEO DE SEMENTE DE RICINUS COMMUNIS

O Óleo de Semente de Ricinus Communis é um óleo não secante obtido a partir das sementes da Ricinus communis, com alta proporção de ácidos graxos poli-insaturados, dando-lhe uma consistência líquida. É utilizado como um eficaz emoliente, mantém a pele em boas condições e é usado também como lubrificante e hidratante não comedogênico em uma gama de cremes, loções e produtos pigmentados.

 

ÓLEO DE SEMENTE DE SIMMONDSIA CHINENSIS / ÓLEO DE SEMENTE DE JOJOBA

O Óleo de Semente de Simmondsia Chinensis é uma cera líquida natural, obtida das sementes da jojoba. O fruto da jojoba, semelhante a uma azeitona, também dá origem a uma bebida similar ao café. O éster da cera, de cadeia linear, contém uma ligação dupla, o que define sua liquidez. Pelo fato de não ficar rançoso e ter tido comprovadas suas propriedades nutritivas à pele, o óleo torna-se um candidato ideal para uma vasta gama de usos cosméticos, como em cremes faciais, loções corporais, óleos nutritivos e condicionadores capilares. O Óleo de Semente de Simmondsia Chinensis é de fácil distribuição e rápida absorção, dando à pele uma sensação agradável.

 

ÓLEO DE SEMENTE DE VITIS VINIFERA

O Óleo de Semente de Vitis Vinifera é um dos óleos vegetais naturais considerados fontes de ácidos graxos Ômega 6 e vitamina E em alimentos. Deriva-se das sementes da uva, que são um subproduto do setor de alimentos e bebidas (sucos e vinhos). Proporciona hidratação e maciez em produtos de cuidados com a pele, desempenhando um papel importante no fortalecimento e restauração da função da barreira cutânea ao repor os ácidos graxos e lipídios essenciais.

 

ÓLEO VEGETAL

Óleo vegetal, também chamado de "Olus oil” na Europa. Trata-se de um emoliente claro, bastante estável e 100% natural, sendo um substituto vegetal aos óleos minerais. Consiste em mistura de alta qualidade de triglicerídeos naturais derivados do óleo de canola (colza). É usado normalmente como emoliente, dando uma sensação rica, intensa e duradoura à pele.

 

ÓXIDO DE ZINCO (NANO)

Esse ingrediente pertence ao grupo de filtros UV (ultravioleta), sendo de uso permitido em produtos cosméticos na UE e presente na lista positiva de filtros UV (Anexo VI do Regulamento de Cosméticos). Os filtros UV são ingredientes essenciais, que protegem a pele de danos pela luz solar e diminuem os riscos de câncer de pele, assim como queimaduras, envelhecimento precoce ou o surgimento de manchas. Em geral, existem dois tipos de filtros UV: os filtros orgânicos, que absorvem os raios UVA e UVB e transformam a energia em calor; e os filtros minerais, que, por outro lado, consistem em pequenas partículas que formam uma espécie de escudo na pele e refletem principalmente a radiação UVB e menos radiação UVA. Cada filtro UV proporciona um tipo específico de proteção contra a radiação UV, sendo por isso que os protetores solares e produtos diários para a pele com FPS costumam ser compostos de um misto de diferentes filtros, para garantir um amplo espectro de proteção.

 

OZOCERITA

Os ingredientes* à base de óleos minerais são gorduras de origem fóssil. Esses ingredientes altamente purificados vêm em diferentes formatos (óleos, géis e outros) e são incolores, inodoros e insípidos. O óleo mineral mais conhecido utilizado em produtos cosméticos é a parafina líquida.

Existem dois tipos: óleos minerais sintéticos, que são totalmente puros desde a produção, e os óleos minerais obtidos de produtos petroquímicos. Os segundos são óleos minerais refinados, obtidos após a purificação de materiais fósseis, como carvão, petróleo cru ou gás natural. Os óleos minerais presentes em nossos produtos cosméticos são de grau farmacêutico, sendo, assim, muito puros.

A principal propriedade deste grupo de ingredientes é proteger a pele da desidratação. Além disso, esses ingredientes melhoram a qualidade das texturas e são eficientes na limpeza e remoção de maquiagem.

* Para identificar esses ingredientes em nossos produtos, dê uma olhada na lista de ingredientes do rótulo. Os ingredientes à base de óleos minerais podem ser encontrados por nomes como “parafina líquida", “cera microcristalina", “ozocerita”, “parafina” e “cera sintética".

 

 


P-T

PALMISTATO DE SÓDIO

O Palmistato de Sódio é feito de óleo de palmiste e é utilizado com frequência na fabricação de sabão. Tem boas propriedades emulsificantes e de formação de espuma.

 

PALMITATO DE CETILA

O Palmitato de Cetila é o éster da reação entre o álcool cetílico e o ácido palmítico. Trata-se de uma substância branca, cristalina e cerosa, que dá à pele uma aparência macia e suave. É usado principalmente como espessante ou emoliente em produtos cosméticos.

 

PALMITATO DE ISOPROPILA

O palmitato de isopropila é o éster da reação entre ácido palmítico e álcool isopropílico. Sua principal composição é de origem vegetal e renovável (óleo de palma e/ou de palmiste). Uma pequena parte da molécula é obtida de matéria-prima petroquímica. É um emoliente que faz bem à pele, com um efeito repositor e revitalizador, deixando a pele suave e com boa elasticidade.

 

Os ingredientes* à base de óleos minerais são gorduras de origem fóssil. Esses ingredientes altamente purificados vêm em diferentes formatos (óleos, géis e outros) e são incolores, inodoros e insípidos. O óleo mineral mais conhecido utilizado em produtos cosméticos é a parafina líquida.

Existem dois tipos: óleos minerais sintéticos, que são totalmente puros desde a produção, e os óleos minerais obtidos de produtos petroquímicos. Os segundos são óleos minerais refinados, obtidos após a purificação de materiais fósseis, como carvão, petróleo cru ou gás natural. Os óleos minerais presentes em nossos produtos cosméticos são de grau farmacêutico, sendo, assim, muito puros.

A principal propriedade deste grupo de ingredientes é proteger a pele da desidratação. Além disso, esses ingredientes melhoram a qualidade das texturas e são eficientes na limpeza e remoção de maquiagem.

* Para identificar esses ingredientes em nossos produtos, dê uma olhada na lista de ingredientes do rótulo. Os ingredientes à base de óleos minerais podem ser encontrados por nomes como “parafina líquida", “cera microcristalina", “ozocerita”, “parafina” e “cera sintética".

 

PARAFINA LÍQUIDA

Os ingredientes* à base de óleos minerais são gorduras de origem fóssil. Esses ingredientes altamente purificados vêm em diferentes formatos (óleos, géis e outros) e são incolores, inodoros e insípidos. O óleo mineral mais conhecido utilizado em produtos cosméticos é a parafina líquida.

Existem dois tipos: óleos minerais sintéticos, que são totalmente puros desde a produção, e os óleos minerais obtidos de produtos petroquímicos. Os segundos são óleos minerais refinados, obtidos após a purificação de materiais fósseis, como carvão, petróleo cru ou gás natural. Os óleos minerais presentes em nossos produtos cosméticos são de grau farmacêutico, sendo, assim, muito puros.

A principal propriedade deste grupo de ingredientes é proteger a pele da desidratação. Além disso, esses ingredientes melhoram a qualidade das texturas e são eficientes na limpeza e remoção de maquiagem.

* Para identificar esses ingredientes em nossos produtos, dê uma olhada na lista de ingredientes do rótulo. Os ingredientes à base de óleos minerais podem ser encontrados por nomes como “parafina líquida", “cera microcristalina", “ozocerita”, “parafina” e “cera sintética".

PEG-14 M

Os polietilenoglicóis são polímeros de óxido de etileno. O número do nome indica o número médio de unidades de óxido de etileno da molécula.O PEG-14M atua como emulsificante, estabilizando as misturas de óleo e água.

 

PEG-7M

Os polietilenoglicóis são polímeros de óxido de etileno. O número do nome indica o número médio de unidades de óxido de etileno da molécula. O PEG-7M atua como emulsificante, estabilizando as misturas de óleo e água.

 

PÉROLA HIDROLISADA

O Pó de Pérola Hidrolisada é a forma hidrolisada e solúvel em água do pó obtido a partir das pérolas para o bom desempenho e absorção de produtos para a pele.

 

PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO

Utiliza-se o Peróxido de Hidrogênio em cosméticos e produtos de cuidados pessoais como agente antimicrobiano e oxidante. A função dos agentes antimicrobianos é a de aniquilar ou inibir o crescimento ou a reprodução de micro-organismos. Em cosméticos e produtos de cuidados pessoais, utilizam-se agentes oxidantes para formar substâncias corantes durante a tintura oxidante dos cabelos, bem como para oxigenar manchas nos dentes e aumentar seu embranquecimento.

 

PÓ DE CARVÃO VEGETAL

O pó de carvão vegetal é o material carbonáceo seco obtido a partir do aquecimento da substância orgânica. Trata-se de um material microporoso com excelentes propriedades de absorção em sua grande área superficial específica. É utilizado na limpeza da pele, sendo de amplo uso em produtos para peles oleosos e propensas à acne.

 

POLIDECENO HIDROGENADO

O Polideceno Hidrogenado é um emoliente produzido sinteticamente à base de hidrocarbonetos, utilizado para conferir à pele uma aparência suave e macia. O Polideceno Hidrogenado trata-se de um óleo insolúvel em água, sem pegajosidade e de fácil distribuição que forma uma película não obstruente sobre a superfície da pele.

 

POLI-ISOBUTENO

O Poli-Isobuteno é um polímero que aumenta a espessura da parte lipídica (óleos) dos cosméticos e produtos de cuidados pessoais. Ao secar, o poli-isobuteno forma uma fina camada sobre a pele, cabelos ou unhas, sendo utilizado na união dos ingredientes de comprimidos.

 

POLIMETILSILSESQUIOXANO

O Polimetilsilsesquioxano é um pó esférico à base de silício famoso por aperfeiçoar as propriedades sensoriais dos cremes e loções. Ele proporciona um toque bastante suave, aveludado e sem pegajosidade sobre a pele.

 

POLIPROPILSILSESQUIOXANO

O silsesquioxano é um composto de organossilício que forma películas finas. Os silicones são ingredientes sintéticos que vêm na forma de óleos e géis de textura mais ou menos espessa.

Os silicones são ingredientes sintetizados a partir do silício, composto mineral encontrado em abundância na natureza na forma de dióxido de silício, o principal componente da areia.

 

POLOXÂMERO 101

Os poloxâmeros são polímeros constituídos de um bloco de polioxietileno, seguido de um bloco de polioxipropileno e, finalmente, de um bloco de polioxietileno. O número médio de unidades de polioxietileno e polioxipropileno  varia de acordo com o número ligado ao polímero. Por exemplo, o menor polímero, Poloxâmero 101, consiste em um bloco com em média 2 unidades de polioxietileno, um bloco com em média 16 unidades de polioxipropileno , seguido de um bloco com em média de 2 unidades de polioxietileno. Os poloxâmeros vão de líquidos e pastas incolores a sólidos brancos. Em produtos cosméticos e de cuidados pessoais, os poloxâmeros são usados na formulação de purificadores para a pele, produtos de banho, shampoos, condicionadores para os cabelos, antissépticos bucais, removedores de maquiagem e outros produtos para a pele e cabelos.

 

POLOXÂMERO 124

Os poloxâmeros são polímeros constituídos de um bloco de polioxietileno, seguido de um bloco de polioxipropileno e, finalmente, de um bloco de polioxietileno. O número médio de unidades de polioxietileno e polioxipropileno  varia de acordo com o número ligado ao polímero. Por exemplo, o menor polímero, Poloxâmero 101, consiste em um bloco com em média 2 unidades de polioxietileno, um bloco com em média 16 unidades de polioxipropileno , seguido de um bloco com em média de 2 unidades de polioxietileno. Os poloxâmeros vão de líquidos e pastas incolores a sólidos brancos. Em produtos cosméticos e de cuidados pessoais, os poloxâmeros são usados na formulação de purificadores para a pele, produtos de banho, shampoos, condicionadores para os cabelos, antissépticos bucais, removedores de maquiagem e outros produtos para a pele e cabelos.

 

PROPIL HEPTIL CAPRILATO

O Propil Heptil Caprilato é um emoliente sintético que proporciona à pele um toque sedoso e aveludado. Trata-se de um emoliente de rápida distribuição com ótimas capacidades solubilizantes em filtros UV cristalinos e propriedades de dispersão em pós e pigmentos. É de uso adequado em fórmulas de produtos para o rosto, corpo e proteção solar.

 

PVP DE TRIACONTANILA

O PVP de Triacontanila é um polímero sintético capaz de formar películas finas. Ele impede a perda da umidade dos produtos e da pele, além de proteger e condicionar a pele.

 

QUATERNIUM-18 DE SILICONE

Os silicones são ingredientes sintéticos que vêm na forma de óleos e géis de textura mais ou menos espessa.

Tratam-se de ingredientes sintetizados a partir do silício, composto mineral encontrado em abundância na natureza na forma de dióxido de silício, o principal componente da areia

A principal propriedade dos óleos de silicone em produtos cosméticos é a suavização: dão a produtos como cremes ou maquiagens uma textura sedosa, luxuosa e espalhável, assim como brilho e maciez em shampoos e outros produtos para cabelos.

 

QUATERNIUM-87

O Quaternium-87 é utilizado em condicionadores e tratamentos para os cabelos. Ele melhora a aparência e sensação dos cabelos, aumentando o volume, a elasticidade ou o brilho ou melhorando a textura dos cabelos danificados fisicamente ou em tratamentos químicos.

 

QUITOSANO

Este ingrediente é sólido, sem solubilidade na água. Em cosméticos e produtos de cuidados pessoais, pode-se utilizar esses polímeros de siloxano em produtos para banho, maquiagens para os olhos, maquiagens em geral, batons, esmaltes e também em produtos para os cabelos e a pele.

 

SEDA HIDROLISADA

A Seda Hidrolisada pode ser de origem natural ou sintética. As proteínas da seda hidrolisada são, em sua composição química, similares às proteínas presentes na pele e nos cabelos. É utilizada em produtos para a pele e ajudam a manter a umidade da superfície epidérmica, proporcionando uma agradável e duradoura sensação de frescor e maciez.

 

SILICATO DE ALUMÍNIO E MAGNÉSIO

O Silicato de Alumínio e Magnésio é uma argila natural que auxilia na estabilização de emulsões e suspensões. Esses minerais insolúveis em água são utilizados em cosméticos com a finalidade de proporcionar um agradável toque aos cremes e loções para a pele.

 

SORBATO DE POTÁSSIO

Este ingrediente pertence ao grupo de conservantes de uso permitido em produtos cosméticos e presente em uma lista positiva (Anexo V do Regulamento de Cosméticos da UE).

Os conservantes - como o pesquisado - têm por finalidade proteger produtos cosméticos. Esses ingredientes desempenham um papel essencial na proteção dos produtos cosméticos contra a deterioração e contaminação por micro-organismos no armazenamento e uso contínuo. Isso é algo importante para a segurança do consumidor.

A segurança do produto é prioridade número um do setor de cosméticos; nós, portanto, fornecemos produtos formulados de maneira a impedir a contaminação por micro-organismos.

As bactérias, leveduras e mofos estão sempre presentes na nossa pele, no ar que nos cerca e até mesmo na água que bebemos. Sendo assim, podem entrar nos produtos durante o uso normal.

A contaminação desses produtos, especialmente se usados ao redor dos olhos ou na pele, pode causar problemas significativos se o nível de contaminação for alto. Os conservantes ajudam a impedir esses problemas, evitando que os micro-organismos se multipliquem no produto.

Os conservantes mais utilizados nos nossos produtos são o fenoxietanol e os parabenos.

 

TETRAISOSTEARATO DE PENTAERITRITILA

O Tetraisostearato de Pentaeritritila é o éster do pentaeritritol com o ácido isosteárico. Sua principal composição é de origem vegetal e renovável. Uma pequena parte da molécula é obtida de matéria-prima petroquímica. O Tetraisostearato de Pentaeritritila é um emoliente líquido que proporciona um toque lustroso e rico.

 

TRIDECIL TRIMELITATO

O Trimelitato de Tridecila costuma ser uma junção única de ésteres de origem não animal. A parte sensorial desta mistura emoliente é rica, sem ser pegajosa, com duradouro toque sedoso e macio. Derivado de fontes vegetais (semente/caroço/fruto do coco e/ou da palma) e sintéticas.

 

TRI-ISOSTEARINA

A Tri-Isostearina é um triéster líquido natural da glicerina com o ácido isosteárico. Com ela, os produtos de cuidados para a pele proporcionam maciez e elasticidade.

 

TRIMETILSILOXISILICATO

O trimetilsiloxisilicato é um polímero de siloxano com estrutura consistente em átomos alternados de silício e oxigênio. É insolúvel em água e forma uma película fina sobre os cabelos e a pele, dando um toque suave e macio.

 


U-Z

 

UBIQUINONA

A Ubiquinona, conhecida pelo nome Coenzima Q10, é uma molécula produzida por toda e cada célula do nosso corpo. Ela ajuda a converter nutrientes e o oxigênio em energia a ser usada pelas células do organismo, atuando como antioxidante. Sem a Q10, nada funcionaria direito no corpo – não há célula que sobreviva sem a Q10. O nome Q10 vem de sua estrutura molecular especial: a Q10 é uma biomolécula em formato de anel que tem relação estrutural com as vitaminas K e. A estrutura típica de anéis de quinona é uma característica dessa categoria de moléculas, na qual a Q10 (Ubiquinona) é membro de destaque, em termos biológicos. Nos processos de fermentação de leveduras, é possível produzir hoje a mesma Q10 encontrada no organismo (idêntica à da pele) por meio de biotecnologia, integrada aos produtos de cuidados faciais NIVEA Q10.

UNDECILENAMIDOPROPIL BETAÍNA

Esse ingrediente é um surfactante anfótero leve, usado em shampoos e produtos de limpeza para a pele. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água. Além disso, a undecilenamidopropil betaína tem propriedades antimicrobianas e ajuda a combater a caspa.

XILENO SULFONATO DE SÓDIO

O Xileno Sulfonato de Sódio é um surfactante aniônico, usado em shampoos e produtos de limpeza para a pele. Os surfactantes têm muitas funções, inclusive como agentes de limpeza para dissolver a sujeira, agentes de suspensão para impedir a separação de partículas sólidas de um determinado produto líquido, espuma avolumadora e como emulsificantes, permitindo a mistura de óleo e água.