Frete grátis em compras acima de R$150 para todo Brasil  


PARCEIROS BEIERSDORF

O propósito institucional da BEIERSDORF o Cuidado Além da Pele, atua de forma global em parceria com instituições do terceiro setor que promovem ações que proporcionem estrutura e educação com o objetivo de buscar soluções aos inúmeros desafios sociais que enfrentamos. 

Com a Plan International, uma das maiores organizações humanitárias do mundo, voltada à promoção dos direitos de crianças e adolescentes, especialmente meninas e suas comunidades, atuamos na iniciativa Aprender e Proteger.

O objetivo deste projeto é promover o empoderamento de garotas e mulheres, bem como ajudar crianças, jovens e famílias, a exercerem seus direitos à educação e proteção contra a violência sexual e de gênero. 

As ações conjuntas estão concentradas no Brasil, Colômbia e Equador, países que sofrem com o alto número de adolescentes, mulheres e refugiadas, alvos de violência sexual, abuso e discriminação, ampliados com a pandemia.

As ações no Brasil incluem:

programas de mentoria

subsídio financeiro

workshops sobre violência sexual

aulas de línguas para refugiados

entre outras atividades de cuidado, amparo e amor

Na primeira etapa do projeto, executada em 2021 e 2022, 1.054 famílias foram contempladas com auxílio de R$ 680 para garantir alimentação básica. O projeto atendeu 143 meninas e 80 meninos com média de idade de 14 anos, cursando o 8º ano do Ensino Fundamental. 

Para 2023, ampliamos nossa parceria com o Projeto Aprender e Proteger. A ação contribui para avanço de projeto de proteção e educação para adolescentes em São Paulo com priorização de meninas negras, migrantes e brasileiras.

Acesse para saber mais sobre a Plan International.

Em 2021, também estabelecemos uma parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) para doar equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como máscaras, luvas, aventais e toucas para proteger mais de 190 profissionais de saúde do Amazonas, Pará, Maranhão e Mato Grosso do Sul.

A iniciativa contemplou áreas de grande vulnerabilidade social e altos índices de infecção do coronavírus, incluindo Unidades Básicas de Saúde Indígena para garantir a proteção de profissionais da saúde.

A ideia foi reproduzida no programa Salvando Vidas, do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A empresa fez uma doação para a compra de EPIs para os profissionais da saúde da Santa Casa de Misericórdia de Itatiba, no interior de São Paulo, onde está a fábrica da Beiersdorf no Brasil. 

Como premissa, o BNDES dobrou o valor da doação, possibilitando uma maior entrega para as equipes de saúde que atuam no combate à pandemia.  

Em 2023, a parceria segue com o projeto “Primeira Infância Antirracista”, uma iniciativa de empoderamento e enfrentamento à desigualdade a partir da elaboração e distriuição de materiais, rodas de conversas e oficinas de práticas antirracistas em locais de atendimento à gestantes, crianças negras e indígenas de 0 à 6 anos e suas famílias.

Conheça o trabalho da UNICEF no Brasil.

Iniciada em março de 2020  e encerrada em 2022, nossa parceria com a Amigos do Bem, responsável por projetos sociais no sertão do Ceará, Alagoas e de Pernambuco impactou mais de 89 mil pessoas.

Atuando em conjunto com a United Way Worldwide (UWW) – a maior organização privada sem fins lucrativos do mundo –  conseguimos resultados significativos.

Mais de 20 mil famílias receberam 190 mil itens de higiene e cuidados pessoais. E ainda: mais de 8.155 cestas básicas foram distribuídas para 40.247 mil pessoas.

Além disso, houve a distribuição de água para os povoados atendidos pelo Amigos do Bem, por meio de uma rede de distribuição via caminhão pipa, 37 milhões litros de água distribuídas, foram fornecidas 2.623 cisternas, criados quatro poços artesianos movidos a energia solar e convertidos outros 8 para energia solar, produzindo mais de 256 milhões de litros de água/ano.

atender a mais de 20 mil famílias com ítens de higiene

cuidar de mais de 40 mil pessoas com cestas básicas

matar a sede de povoados

impactar positivamente a rotina de milhares de pessoas

Ao melhorar o acesso à água, essas iniciativas visam transformar a vida das comunidades, deixando um legado para os próximos anos. O projeto também ofereceu atendimentos de telemedicina em dois diferentes centros com infraestrutura de internet para mais de 18 mil pessoas em 42 povoados do sertão e treinamentos de habilidades socioemocionais para as famílias atendidas. 

A ação exigiu o treinamento de mais de 136 agentes locais, além da atuação voluntária de 250 profissionais da área da saúde. 

Conheça um pouco mais sobre o trabalho do Amigos do Bem.