Cuidar da nossa pele significa cuidar do planeta ao nosso redor. Tudo o que impacta nosso planeta também tem impacto sobre nós, nossa saúde e nossa pele. Assim como a NIVEA respeita o equilíbrio natural da pele humana, também respeita a natureza. É por isso que estamos comprometidos com a sustentabilidade a cada passo. Criar os produtos mais seguros, eficientes e sustentáveis para o cuidado da pele é uma jornada. Acreditamos na melhoria contínua. Por isso, avançamos em direção a uma inovação verdadeiramente sustentável para a pele em tudo o que fazemos, desde nossas fórmulas até a maneira como produzimos e embalamos nossos produtos, e muito mais.

Procuramos usar ingredientes de fontes renováveis ou de outra forma autorregenerativas. Temos a mente aberta para o uso da solução mais sustentável, que pode ser inclusive um ingrediente sintético, e não um ingrediente de fonte natural.
Nossa filosofia para nossas embalagens é "reduzir, reusar, reciclar”. Não paramos de desenvolver  nossos métodos de produção e embalagem, visando economizar energia, matérias-primas e emissões.
E buscamos fazer com que todos os envolvidos na criação dos produtos de cuidado da pele da NIVEA sejam tratados como nós gostaríamos de ser tratados: com respeito e carinho.

 

Siga-nos em nossa jornada e descubra como nós, na NIVEA, procuramos interagir constantemente com o nosso planeta da forma mais cuidadosa possível, a fim de criar produtos que protejam nossa pele e a natureza.


SELEÇÃO DE FORNECEDORES

SUSTENTÁVEL DESDE O INÍCIO

As melhores coisas vêm das melhores fontes possíveis. É por isso nos asseguramos que todos os ingredientes dos produtos NIVEA são seguros e saudáveis para uso. Também é por isso que procuramos usar matérias-primas de fontes sustentáveis sempre que possível. Nossas equipes de pesquisa não param de buscar ingredientes novos e cada vez melhores, bem como fontes alternativas, a fim de reduzir ao máximo nosso impacto ambiental.

SELEÇÃO RESPONSÁVEL

A vasta maioria dos fornecedores da NIVEA atende a todos os requisitos sociais e ambientais previstos em nosso código de conduta de fornecedores – e nós os ajudamos ativamente a atender nossos altos padrões.
Nos juntamos à luta contra o desmatamento para proteger a biodiversidade do nosso planeta e nosso clima. O desmatamento é uma das maiores causas da mudança climática. Sem as florestas, muitas espécies perdem seu habitat, assim como o próprio planeta perde o seu “pulmão verde”. Como parte da nossa luta contra o desmatamento, utilizamos papel certificado pelo Conselho de Manejo Florestal (FSC, na sigla em inglês) e até 2020 temos a meta de usar exclusivamente papel reciclado ou certificado pelo FSC.
Promovemos ativamente tudo isso a fim de ter certeza que nossos produtos para cuidado da pele sejam tão suaves para o planeta como são para nossa pele.

 

OBTENÇÃO DE ÓLEO DE PALMA SUSTENTÁVEL

Alguns dos ingredientes dos produtos NIVEA são derivados de óleo de palmiste. De fato, os derivados de óleo de palma são usados em 70% de todos os produtos cosméticos. O problema do óleo de palma é a destruição de áreas muitas vezes grandes de florestas tropicais para abrir espaço para as plantações de palma. Acreditamos que o óleo de palma precisa ser obtido de forma sustentável, sem contribuir para o desmatamento. Substituir o óleo de palma por outro óleo de origem vegetal não é a melhor opção, pois os cultivos de óleo de palma têm alta produtividade. Uma opção de óleo vegetal menos produtiva seria menos sustentável, pois exigiria mais terras para cultivar as plantas.
Em vez disso, promovemos a mudança para o óleo de palma produzido de forma sustentável por nossos parceiros ao longo de toda a cadeia de fornecimento. A Beiersdorf é membro da Mesa-Redonda para o Óleo de Palma Sustentável (RSPO) e do Fórum para o Óleo de Palma Sustentável (FONAP). 
Guiados pelo nosso “Plano de Ação para a Sustentabilidade da Palma”, nosso objetivo é obter apenas derivados de óleo de palmiste produzidos de forma sustentável, em todo o mundo. Isso inclui nosso apoio aos critérios de certificação ampliados do FONAP para óleo de palmiste mais sustentável, por exemplo: metas de redução de gases de efeito estufa e o banimento de plantações de palma em terras de turfa ou rica em carbono.
Nosso objetivo para 2020 é que todas as matérias-primas da Beiersdorf à base de óleo de palma (palmiste) venham de fontes sustentáveis. Em 2018, 63% dos nossos volumes de matérias-primas à base de palma já tinham certificação de sustentabilidade (padrão RSPO “Balanço de Massa”). Até atingirmos nosso objetivo de transição completa até 2020, continuaremos compensando a parcela remanescente do nosso consumo com certificados de sustentabilidade (RSPO “Book and Claim”)
Em 2018, pela primeira vez, participamos do Programa Florestal do Carbon Disclosure Project (CDP) e recebemos a classificação “A” por nossos esforços de combate ao desmatamento em nossa cadeia de fornecimento de óleo de palma.

 

ESCOLHENDO AS FONTES MAIS SUSTENTÁVEIS

Não importa se o ingrediente é renovável e natural ou sintético: para a NIVEA, a segurança, a qualidade e a sustentabilidade são os principais critérios na hora de selecionar nossos ingredientes.
A NIVEA normalmente escolhe ingredientes naturais ou naturalmente derivados que contribuam com as funções naturais da nossa pele. Outro fator positivo dos ingredientes naturais ou derivados da natureza é que eles são renováveis. Muitas das matérias-primas que usamos na NIVEA são abundantes e autorregenerativas, como o óleo de canola ou a cera de girassol em nosso bálsamo labial, obtida a partir de campos que florescem todos os anos. Buscamos garantir que nossos ingredientes naturais e naturalmente derivados sejam obtidos de forma sustentável, visando economizar recursos.
Adotando uma perspectiva holística, os ingredientes sintéticos também podem oferecer benefícios tanto para o planeta quanto para nossa pele: em muitos casos, ingredientes produzidos sinteticamente são mais puros e de qualidade mais consistente. Além disso, quando um ingrediente é criado em laboratório, não são necessárias terras para cultivar plantas e nem água para irrigar as plantações. Em vez disso, esses campos e essa água podem ser usados para cultivar alimentos. Por essa razão, em muitos casos, os ingredientes produzidos sinteticamente podem ser a escolha mais ecológica.
Como você pode ver, na NIVEA adotamos uma perspectiva mais ampla ao escolher cuidadosamente nossos ingredientes, pois a saúde e a segurança da sua pele sempre serão nossa maior prioridade.

 

QUAL É A DIFERENÇA ENTRE “NATURAL” E “NATURALMENTE DERIVADO”?

Produtos naturais, como óleos essenciais, são feitos diretamente a partir de matérias-primas naturais. São obtidos a partir desses materiais por processos físicos (p. ex., destilação) ou outros procedimentos de preparação, incluindo os tradicionais (p. ex., extração usando solventes) sem modificação química intencional.
Para os ingredientes derivados naturalmente, as matérias-primas – p. ex. óleo de coco – são mais processados antes de compor nossas fórmulas, p.ex. álcool graxo. São obtidos através de processos químicos e/ou biológicos definidos.

 


UMA BOA FORMA DE FAZER COISAS BOAS

Dedicamos muita energia ao desenvolvimento das melhores fórmulas para a sua pele. Selecionamos ingredientes que sejam seguros e contribuam com as funções naturais da nossa pele. Cada vez mais, selecionamos materiais que sejam ambientalmente responsáveis.
Naturalmente, nosso compromisso com a proteção do nosso planeta e das nossas comunidades também se aplica à forma como produzimos a linha de cuidado da pele da NIVEA. Buscamos diminuir nossa pegada de CO2, economizar energia e garantir boas condições de trabalho para todos os envolvidos na fabricação dos produtos NIVEA.

 

A criação dos produtos NIVEA é um esforço conjunto, e nos sentimos responsáveis por todos os envolvidos. Nosso Código de Conduta de Fornecedores estabelece altos padrões de procedimento para nossos fornecedores e subcontratados – os mesmo altos padrões que seguimos. Estamos comprometidos com a proteção dos direitos humanos e não toleramos trabalho forçado ou infantil, corrupção ou discriminação em nossas operações ou em nossa cadeia de fornecimento. Mas não fazemos apenas exigências, também ajudamos nossos fornecedores a estabelecer cadeias de fornecimento sustentáveis. Para a NIVEA, ajudar o próximo a proteger nosso planeta é uma excelente oportunidade de exercer um impacto positivo na coletividade.

NOSSO COMPROMISSO COM CONSUMO DE ENERGIA

Temos o compromisso de reduzir nossa pegada de CO2, e nossos objetivos em relação à  energia são ambiciosos. Até 2025, queremos reduzir nossas emissões de CO2 relacionadas à energia em 70%, em comparação com 2014,  para cada produto NIVEA que fabricamos! Começamos verificando a infraestrutura energética de todas as nossas instalações de produção que ainda usam energia de fontes tradicionais. Até o fim de 2018, já conseguimos uma redução de 59%. Trocamos toda a alimentação das nossas instalações para energia renovável, incluindo nossos grandes centros de produção na Alemanha e Espanha, com exceção das nossas plantas no México e Nigéria. Até 2020, planejamos usar apenas energia renovável na fabricação dos produtos NIVEA, o que reduzirá substancialmente nossas emissões de gases de efeito estufa.


REDUÇÃO DE RESÍDUOS

OS RESÍDUOS SÃO UM RECURSO!

A NIVEA se comprometeu a “zerar o descarte de resíduos em aterros sanitários” – e chegamos lá! Nenhum dos nossos centros de produção envia resíduos para aterros sanitários. Todos os resíduos são reciclados ou incinerados para gerar calor e eletricidade. Isso significa que a nossa produção de resíduos não é descartada no meio ambiente. De algo indesejável que precisa ser jogado fora, transformamos nossos resíduos em novos materiais ou em fonte de energia.

REDUÇÃO DE RESÍDUOS ECONOMIZA RECURSOS

Evitar que resíduos cheguem aos aterros sanitários é apenas um lado da história. Gerar menos resíduos significa gerar menos poluição e consumir menos recursos valiosos. É por isso que continuamos melhorando nossos processos de planejamento e produção, a fim de evitar a geração de resíduos onde pudermos. Por exemplo: nossa amada latinha NIVEA. Costumávamos adquirir grandes folhas de alumínio retangular para cortar as laterais, os fundos e as tampas das latinhas. No final de 2017, mudamos nosso processo e adotamos peças de alumínio pré-cortadas. Isso economizou 54 kg de alumínio residual por folha, um total de 14 toneladas de alumínio por ano. Menos materiais para distribuir ao redor do mundo e menos reciclagem também significam menos combustível para abastecer o transporte e menor emissão de CO2.


EMBALAGEM

FILOSOFIA DE EMBALAGEM SUSTENTÁVEL

Nosso desejo é ter certeza de que tudo o que compõe nossos produtos é sustentável, inclusive a primeira coisa que você vê em cada produto NIVEA: sua embalagem. Já em 2009, colocamos em nossa agenda a adoção de embalagens ecológicas. Seguindo o princípio “evitar, reduzir, reusar e reciclar”, utilizamos embalagens que mantêm seus produtos NIVEA seguros e perfeitos, reduzindo, ao mesmo tempo, nosso impacto no meio ambiente.

MENOS É MAIS

Usar menos material em nossas embalagens economiza recursos valiosos e ajuda a evitar resíduos. Exemplo disso são nossos cremes para mãos. Em 2016, quando mudamos para tampas mais leves, economizamos cerca de 50 toneladas de polipropileno só no primeiro ano. Em 2013, apresentamos embalagens do tipo “refill”, como a do gel para banho ou sabonete líquido NIVEA Creme Soft. Ao reabastecer seu frasco de NIVEA Creme Soft com essa embalagem, em vez de comprar um frasco novo, você economiza até 75% de resíduos!

RECICLAGEM: DANDO VOLTAS

Trabalhamos em busca de uma economia circular, aumentando o uso de materiais reciclados em nossas embalagens. Dessa forma, a NIVEA contribui para a meta da Beiersdorf de 25% de material reciclado em embalagens plásticas na Europa até 2025. Uma parcela significativa das embalagens da NIVEA já pode ser reciclada. E queremos chegar a 100% de embalagens recicláveis, compostáveis ou reutilizáveis, como parte da meta da Beiersdorf para 2025.


APÓS O USO

RESPEITANDO OS OCEANOS

 Para garantir que nossos produtos tenham o menor impacto possível no meio ambiente, fazemos tudo o que está ao nosso alcance para solucionar possíveis problemas de forma imediata e efetiva. Veja, por exemplo, os microplásticos: já em 2013, decidimos deixar de usar em nossos produtos partículas plásticas esfoliantes feitas de polietileno. Dois anos mais tarde, todas as nossas fórmulas estavam livres de microesferas de plástico. Mas não paramos por aí: queremos que todos os produtos de enxágue da NIVEA, como géis de banho e xampus, estejam 100% livres microplásticos, de acordo com o Programa Ambiental das Nações Unidas, no mais tardar até 2020. Para tanto, eliminamos dos nossos produtos de enxágue opacificantes na forma de polímeros sólidos, sintéticos e insolúveis em água.
Em seguida, vamos cuidar do náilon: pretendemos eliminar todo náilon das nossas fórmulas de produtos sem enxágue até o fim de 2020.
Nenhum dos nossos produtos de proteção solar na Europa contém filtros químicos UV oxibenzona e octinoxate – ingredientes que podem ter impacto significativamente nocivo em recifes de corais. Nossos produtos de proteção solar na Europa cumprem, portanto, com uma legislação havaiana aprovada em 2018, que proíbe o uso desses ingredientes em produtos de proteção solar em vigor. Para ficarmos a par dos assuntos sobre sustentabilidade, constantemente monitoramos novas descobertas científicas e as avaliamos em relação aos ingredientes que usamos em nossos produtos, sempre prontos para tomar uma ação se a julgarmos necessária.

 

MICROPLÁSTICOS

O debate público sobre os microplásticos é bastante controverso e complexo, pois, ainda hoje, não existe uma definição internacionalmente aceita para o termo “microplástico”. Entendemos que os microplásticos são partículas plásticas sólidas insolúveis em água e não biodegradáveis, com no máximo 5 milímetros de diâmetro. Para tanto, nos baseamos na definição fundamentada do Programa Ambiental das Nações Unidas, compartilhando, assim, dessa opinião científica amplamente aceita.

Sabia que os têxteis sintéticos estão entre as principais fontes de microplásticos nos nossos oceanos? Em contraste, os produtos para cuidados pessoais correspondem apenas a 2%. No entanto, NIVEA e a Beiersdorf reconheceram a necessidade de acção imediata desde o início. É por isso que descontinuamos as microesferas de todas as nossas fórmulas e continuamos a pesquisar novas alternativas ambientalmente seguras.

Did you know that synthetic textiles are among the main sources of microplastics in our oceans? In contrast, personal care products account for only 2 percent. Nevertheless, NIVEA and Beiersdorf recognized the need for immediate action early on. That’s why we phased out microbeads from all our formulas and keep researching new, environmentally safe alternatives.

 No passado, usávamos pequenas partículas plásticas sólidas feitas de polietileno, as chamadas microesferas de plástico, em produtos de cuidado e limpeza do corpo e de enxágue (esfoliantes, géis de banhos, etc.) para criar um efeito esfoliante que não agredisse a pele. Em 2013, a NIVEA decidiu substituir as partículas esfoliantes de polietileno por alternativas mais ecológicas. Desde 2015, nossos produtos não contêm microesferas de plástico. Em seu lugar, a NIVEA usa celulose, dióxido de silicone e cera de mamona. A celulose é um material orgânico biodegradável, que também ocorre em fibras vegetais. Em sua composição, o dióxido de silicone é similar à areia de quartzo, e a cera de mamona é uma matéria-prima natural biodegradável, com uma consistência rígida, similar a uma cera.
A eliminação das microesferas de plástico é apenas o primeiro passo. Em seguida, estamos trabalhando intensamente para substituir completamente os ingredientes à base de microplásticos usados na fabricação dos nossos produtos opacos, dando-lhes sua cor e aspecto característicos.
Nosso objetivo é reformular completamente todos os nossos produtos de enxágue, como géis de banho e xampus, em todo o mundo, até 2020. Paralelamente, substituiremos os ingredientes de náilon que usamos para melhorar a textura e a experiência sensorial de alguns produtos sem enxágue. Trata-se de produtos que ficam mais tempo na pele, como cremes faciais. Tenha certeza de que a maior prioridade da NIVEA é que todos os seus produtos estejam livres de microplásticos em todo o mundo.

 

POLÍMEROS SINTÉTICOS DISSOLVIDOS OU COM TEXTURA DE GEL

Produtos cosméticos e de cuidado pessoal também contêm polímeros sintéticos dissolvidos e com textura de gel, os quais são por vezes chamados de “plásticos líquidos”. Esses polímeros sintéticos foram inseridos no debate sobre os microplásticos em alguns países. Entretanto, essas substâncias diferem significativamente dos microplásticos no que se refere à compreensão e às definições científicas amplamente compartilhadas, por exemplo, por organizações independentes, como o Programa Ambiental das Nações Unidas. De acordo com as pesquisas mais recentes, os polímeros sintéticos dissolvidos e com textura de gel não fazem parte do problema mundial de poluição de águas com plásticos. No entanto, como visamos melhorar ainda mais nossas fórmulas e estar na vanguarda da inovação sustentável, apoiamos pesquisas mais profundas sobre o impacto ambiental de polímeros sintéticos e utilizaremos cada vez mais os chamados biopolímeros. Enquanto levamos isso a cabo, garantiremos que os nossos produtos NIVEA ofereçam a mesma alta qualidade e suavidade à pele com que você está acostumado.