A acne é uma condição de pele comum, mas pode abalar a autoestima e causar desconforto. Por isso, muitas pessoas com pele acneica buscam soluções e tratamentos para uma pele mais uniforme. Se esse é o seu caso, não precisa mais se preocupar.

NIVEA trouxe um guia completo de informações sobre a acne e suas causas para te ajdar na busca por uma pele bonita

    O QUE É ACNE? 

    A acne é uma condição de pele caracterizada pela presença de cravos e espinhas no corpo e no rosto. Ela é causada pela obstrução dos poros da pele por sebo e células mortas e, por essa razão, é mais comum de se manifestar em pessoas com pele oleosa, tipo de pele que produz mais sebo. 

    O período no qual a acne é mais recorrente é a puberdade, pois os adolescentes têm um aumento significativo na produção de hormônios sexuais, o que amplia a produção de sebo na pele. Existem diversos graus de acne, cada um com sintomas e características distintas.

    QUAIS SÃO OS GRAUS DE ACNE? 

    A acne mais comum na pele humana se divide em quatro graus: acne comedogênica, acne papulopustulosa, acne nódulo-cística e acne conglobata

    Cada grau é representado por um tipo de erupção cutânea diferente, em maior ou menor intensidade. Conheça um pouco mais sobre cada um deles:

    Grau 1 - Acne Comedogênica

    Esse é o grau mais leve de acne no corpo, caracterizado pela presença de cravos, tanto abertos (de cor preta) como fechados (de cor branca). É possível notar protuberâncias vermelhas na pele, mas não há a presença de lesões inflamadas como ocorre com as espinhas;

    Grau 2 - Acne Papulopustulosa

    Nesse estágio, surgem pápulas e pústulas na pele, além dos cravos. As pápulas são elevações sólidas na pele, geralmente vermelhas, rosas ou marrons. Em contrapartida, as pústulas são elevações que contêm pus em seu interior. Esse grau é uma versão mais inflamatória da acne comedogênica; 

    Grau 3 - Acne Nódulo-cística

    Recebe esse nome por conta da manifestação de nódulos e cistos na pele, sendo um estágio mais grave da acne. As lesões de grau 3 são maiores e mais profundas e podem ser bastante dolorosas. Nesse estágio, a acne é bastante inflamatória e pode deixar cicatrizesna pelepermanentemente;

    Grau 4 - Acne Conglobata

    O mais grave dos quatro, é caracterizado por lesões nodulares e císticas em todo o corpo. Além disso, pode ser acompanhada de outros sintomas, como febre, dor nas articulações e perda de peso. A acne nesse estágio pode causar cicatrizes permanentes deformidades na pele.

    QUAIS SÃO OS TIPOS DE ACNE?

    A acne comum, também conhecida como vulgar, não é o único tipo de acne. Confira alguns dos outros tipos de acne:

    ACNE NEONATAL

    A acne neonatal é uma condição de pele que afeta crianças recém-nascidas, normalmente se manifestando no rosto, pescoço, costas e couro cabeludo. Apesar de estar associada à acne, essa condição é benigna e geralmente desaparece em algumas semanas ou meses. 

    Uma forma de prevenir a formação de espinhas na pele do bebê é lavar suavemente com água morna e sabão neutro. Basta apenas tomar um cuidado extra, pois as crianças nessa idade geralmente têm a pele sensível e podem estar sujeitas à irritação na pele dependendo do produto utilizado.

    ACNE DA MULHER ADULTA

    A partir dos 25 anos de idade, a mulher pode estar suscetível à acne da mulher adulta. Mais comum entre os 30 e 40 anos, esse tipo de acne se manifesta como espinhas inflamadas e vermelhidão que aparecem no queixo, mandíbula e pescoço.

    Sua causa está geralmente associada à alterações hormonais no corpo da mulher, como aquelas provocadas pelo hormônio cortisol liberado pelo estresse. Outros fatores podem incluir uma dieta pobre em nutrientes saudáveis e o uso de cosméticos oleosos. 

    O tratamento para a acne da mulher adulta quase sempre envolve a prescrição de contraceptivos para a regulação hormonal do corpo. Em alguns casos, pode ser necessário o uso contínuo de antibióticos como a azitromicina ou medicamentos de uso tópico com retinoides em sua composição.

    ACNE FULMINANTE

    A acne fulminante é o tipo mais grave e mais raro de acne, sendo identificada em pessoas do sexo masculino com idades entre 13 e 22 anos. Nesses casos, as lesões são bastante dolorosas e aparecem na face, tórax e dorso, podendo causar cicatrizes hipertróficas (mais altas, grossas e com coloração alterada). 

    Pessoas com acne fulminante estão sujeitas a episódios de febre, lesões ósseas, hemorragias, perda de apetite e artrite. Alguns de seus sintomas são similares à acne conglobata, o que muitas vezes causa confusão para um diagnóstico mais preciso. 

    A prescrição de corticóides como a prednisona é muito comum em quadros de acne fulminante. Em muitos casos, o paciente é submetido à internação hospitalar para potencializar a eficácia do tratamento.

    O QUE CAUSA ACNE?

    Agora, você já sabe quais os graus de acne e já consegue identificar o seu caso. Mas o que causa a acne? É importante conhecer suas causas para, assim, conseguir tratá-la e evitá-la de forma eficaz!

    De modo geral, elas podem estar relacionadas a causas internas, como fatores genéticos e hormonais; externas, como a exposição ao clima ou até mesmo aos seus hábitos de vida. 

    Para te ajudar nessa jornada, trouxemos 4 motivos que levam ao surgimento da acne para você ficar de olho:

    1. Alterações hormonais

    Os hormônios que nosso corpo produz são responsáveis por diversas funções no corpo humano. Por isso, seja qual for a causa do desequilíbrio hormonal, ele pode causar mudanças em todo o nosso metabolismo, como o crescimento, desenvolvimento, sexualidade e o equilíbrio interno do corpo. 

    No caso da produção de sebo, sua atividade é controlada pelos hormônios andrógenos, sendo o mais conhecido a testosterona. Quando está em desequilíbrio, como ocorre na puberdade, existe uma tendência maior à formação de acne, cravos e espinhas pelo corpo.

    Nesses casos, é muito importante consultar um médico para entender a causa da alteração hormonal e, consequentemente, tratar a acne. 

    2. Uso incorreto de cosméticos

    Alguns tipos de cosméticos, como hidratantes, óleos e maquiagem podem causar a obstrução dos poros da pele e aumentar a produção de oleosidade.

    Isso é ainda mais comum quando o cosmético escolhido não é adequado para as características e necessidades do seu tipo de pele

    No caso da pele oleosa, por exemplo, é necessário evitar cosméticos muito gordurosos ou oleosos. Utilize produtos não-comedogênicos, pois eles desestimulam o surgimento dos cravos.

    Se você tem problemas com excesso de brilho na pele, aposte em fórmulas com efeito matte ou toque seco.

    Além disso, é importante sempre caprichar na limpeza facial, usando um sabonete ou água micelar para manter os poros limpos e desobstruídos. 

    3. Excesso de exposição solar

    Quando a sua pele fica exposta ao sol sem proteção solar, a radiação ultravioleta cria uma resposta fisiológica para o aumento da produção de sebo. O mesmo acontece com as glândulas sudoríparas, pois produzem mais suor para poder regular a temperatura do corpo. 

    Essa combinação de suor e sebo deixa a pele mais oleosa e os poros entupidos, criando o ambiente ideal para o desenvolvimento das bactérias que causam a acne. Por isso, capriche no uso do protetor solar e evite os períodos de sol intenso, normalmente entre as 10h e as 16h.

    4. Alimentação pouco saudável

    O último elemento causador da acne está associado a uma alimentação pouco saudável. Alimentos ricos em gorduras saturadas e ácidos graxos, como frituras, podem conduzir ao surgimento de espinhas. Além disso, os laticínios contêm hormônios que também representam um potencial acnegênico para a pele. 

    Outro ponto a ser evitado são alimentos com alto índice glicêmico, como açúcares e carboidratos refinados. A razão disso é que seu alto valor de insulina estimula a produção de hormônios andrógenos nos tecidos do corpo, responsáveis pela produção de sebo. 

    Para evitar a acne, estabeleça uma dieta balanceada com alimentos frescos, frutas, vegetais, carnes, frangos, frutos do mar e grelhados. Evite os alimentos processados e óleos refinados, lembrando sempre de beber bastante água para manter a pele hidratada.

    INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER

    E fique sabendo em primeira mão de todas as novidades e descontos do mundo NIVEA!

    CONHEÇA AS CATEGORIAS DE PRODUTOS NIVEA ROSTO