Muitas pessoas sofrem com pele sensível, mas você sabia que essa condição não é apenas um tipo de pele? Na verdade, a pele sensível é uma síndrome e pode acontecer com qualquer pessoa, independentemente do seu tipo de pele. 

Para lidar com os sintomas da síndrome de pele sensível, você precisa saber identificar os sinais de sensibilidade na pele e entender um pouco mais sobre as suas causas. Assim, é possível evitar os elementos catalisadores de reações alérgicas, irritações ou ferimentos na pele. 

Aqui no blog NIVEA, você aprende dicas sobre como cuidar da sua pele sensível, quais produtos cosméticos utilizar e como montar uma rotina de skin care eficaz para cuidar das necessidades da sua pele. Portanto, anote nossas recomendações e deixe seu comentário!

    O QUE É PELE SENSÍVEL?

    A pele sensível é uma síndrome de pele que pode afetar qualquer pessoa. Em termos de linguagem, a palavra síndrome significa um conjunto de sinais ligados a mais de uma causa. No que diz respeito à pele sensível, essas causas podem ser externas ou internas. Por isso, é importante um cuidado especial diário.

    Quanto aos sinais que aparecem na pele, são sensações desagradáveis que podem ser visíveis ou não, como dor, ardência e coceira. Esses sinais costumam aparecer após a pele ser estimulada de alguma forma, geralmente por estímulos físicos, químicos ou térmicos

    Ainda não existe um consenso sobre a origem da pele sensível, mas em termos gerais, ela é causada por uma diminuição das defesas naturais da pele (a barreira epidérmica). Outras possíveis explicações são quadros de disfunção do sistema imunológico ou dos nervos da pele (disfunção neurossensorial). 

    Estudos recentes propõem uma mudança de nome para essa síndrome, de pele sensível para pele reativa. Afinal, existem outras condições e situações que deixam a pele sensível, sendo esse um termo mais comum no dia a dia. A pele reativa engloba sintomas mais agudos e recorrentes.

    COMO SABER SE MINHA PELE É SENSÍVEL?

    Para identificar se a pele sensível, você precisa prestar atenção às reações que a sua pele tem a estímulos diversos. É uma pele propensa a diferentes tipos de irritação e incômodo, principalmente nas juntas do corpo, como os joelhos, cotovelos e axilas.

    Todos os tipos de pele podem apresentar características de pele sensível. No entanto, a pele seca tem uma tendência maior à sensibilidade. Isso acontece porque a pele sem hidratação tem a sua camada protetora comprometida, levando à perda de água e óleos naturais da pele e trazendo maior sensibilidade. 

     Os sinais mais comuns para identificar se você tem pele sensível são: 

    • Inflamações;
    • Vermelhidão;
    • Pele ressecada;
    • Ardência;
    • Coceira;
    • Dor
    • Queimação;
    • Alergias;
    • Descamação da pele;
    • Erupções cutâneas;
    • Tensionamento ou repuxamento;
    • Sensibilidade na pele ao toque. 

    É sempre importante lembrar que alguns desses sinais podem estar associados a outras condições de pele. Portanto, para se certificar da abordagem correta, consulte o seu médico dermatologista para obter uma análise mais precisa e científica de um especialista.

    O QUE CAUSA PELE SENSÍVEL?

    É possível identificar dois tipos de causas para a pele sensível: causas externas e causas internas. As causas externas podem ser provocadas por elementos da natureza, como calor e frio. Já as causas internas, essas podem ser genéticas ou hormonais. 

    Aqui em NIVEA, você encontra um estudo mais detalhado sobre cada uma dessas causas. Confira!

    PELE SENSÍVEL: CAUSAS EXTERNAS

    Para falar sobre as causas da pele sensível, vamos começar pelas causas externas. Ou seja, tudo aquilo que vem de fora do corpo e incomoda a pele, causando algum tipo de reação desagradável. 

    Essas causas estão divididas em três categorias: fenômenos da natureza, adição de substâncias químicas e procedimentos de pele. Observe a tabela abaixo:

     

    FENÔMENOS DA NATUREZA

    SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS

    PROCEDIMENTOS DE PELE

    CALOR

    CORANTES

    CIRURGIAS

    FRIO

    CONSERVANTES

    DEPILAÇÃO

    VENTO

    FRAGRÂNCIAS

    BARBEAMENTO

    SOL

    ÁLCOOL

    ESFOLIAÇÃO

    POLUIÇÃO

    ÁCIDOS

    MICROAGULHAMENTO

    FUNGOS (MOFO E BOLOR)

    PRODUTOS DE LIMPEZA

    PEELING

     

    Os fenômenos da natureza afetam diretamente a saúde da pele. Mudanças bruscas na temperatura liberam na pele uma molécula chamada histamina, uma resposta natural do sistema imunológico a inflamações, alergias e lesões. Isso acontece quando tomamos vento ou sol sem proteção, ou passamos calor e frio. 

    Porém, quando o estímulo é excessivo, o corpo produz histamina em excesso. Isso causa reações como coceira, inchaço e vermelhidão. Por isso, é essencial proteger a pele contra fenômenos climáticos intensos e tomar cuidado com o tempo de exposição à radiação solar

    Essas reações também ocorrem com exposição a fungos e à poluição. Algumas espécies de fungos, como bolor e mofo, podem ser inofensivos para a maioria das pessoas. Porém, para quem tem a pele sensível, o contato pode desencadear reações alérgicas ou irritações. 

    O mesmo vale para a poluição, pois ela é composta de partículas químicas como poluentes, metais pesados, produtos químicos tóxicos e plásticos. Por isso, além de proteger sua pele, também é importante impulsionar ações sustentáveis no seu local de trabalho e moradia para reduzir a emissão de poluentes.

    PELE SENSÍVEL: CAUSAS INTERNAS

    As causas internas da pele sensível são desencadeadas dentro do corpo humano, com pouca ou nenhuma influência externa. Vale lembrar que tudo que ingerimos provoca uma reação metabólica, que pode ser positiva ou negativa. Essa reação varia de pessoa para pessoa e depende do alimento ingerido. 

    Portanto, as duas primeiras categorias de causas internas são comidas e bebidas. Porém, elas não são as únicas: existe, também, um conjunto de reações fisiológicas que afetam a pele. Confira a tabela a seguir: 

     

    COMIDAS

    BEBIDAS

    REAÇÕES FISIOLÓGICAS

    GORDURAS SATURADAS

    BEBIDAS ALCOÓLICAS

    ALTERAÇÕES HORMONAIS

    ALIMENTOS PROCESSADOS

    CAFEÍNA EM GERAL

    GRAVIDEZ

    ALIMENTOS INDUSTRIALIZADOS

    BEBIDAS MUITO AÇUCARADAS

    ENVELHECIMENTO

    ALIMENTOS PICANTES

    BEBIDAS MUITO QUENTES

    ESTRESSE

    AÇÚCAR EM EXCESSO

    BEBIDAS MUITO ÁCIDAS

    EMOÇÕES INTENSAS

     

    O sistema endócrino e o sistema nervoso no corpo tem grande participação nas sensações que a pele sensível proporciona. A endocrinologia, por exemplo, estuda os hormônios no corpo. Muitos tipos de alterações hormonais, como o ciclo menstrual ou a menopausa, podem interferir na sensibilidade da pele. 

    Já o sistema nervoso está diretamente ligado à irrigação sanguínea do corpo. Conforme vivenciamos altos níveis de estresse ou emoções intensas, as terminações nervosas enviam sinais alarmantes para o corpo, que responde na forma de rubor, vasodilatação e sensação de dor

    O envelhecimento também torna a pele mais sensível com o passar dos anos. Isso acontece por uma série de fatores, como a redução da produção de colágeno e coenzima Q10 no corpo, a queda na renovação celular e principalmente a baixa produção de óleo. Isso porque o sebo natural da pele proporciona hidratação e proteção. 

    Por fim, existe uma gama de condições dermatológicas que podem contribuir para o quadro de pele sensível. Algumas delas são a rosácea, o eczema e a psoríase. Alguns tipos de alimentos e bebidas, como os descritos acima, podem agravar essas enfermidades e piorar o desconforto sentido na pele.

    COMO CUIDAR DA PELE SENSÍVEL 

    Saber como cuidar da sua pele sensível é super importante, principalmente agora que você já conhece as causas e como identificar essa condição na sua pele. Para isso, você vai precisar de algumas dicas de skin care para pele sensível, além de aprender sobre ingredientes mais suaves e agradáveis para cuidar da pele.

    Para falar de uma rotina de skin care para pele sensível mais eficaz e prazerosa é recomendado uma rotina em três passos:

    • LIMPEZA DE PELE
    • HIDRATAÇÃO
    • FOTOPROTEÇÃO

    Cada uma dessas etapas deve ser feita com produtos e ingredientes específicos que não desencadeiem as reações de irritação da sua pele.

    CUIDADOS NA DEPILAÇÃO E AO BARBEAR

    Peles sensíveis também sofrem com depilação e barbeamento, principalmente quando feitos com lâminas e quando a pele não está preparada. Antes de qualquer procedimento, lembre-se de estar com a pele hidratada e limpa, pois a presença de sujeira na pele pode obstruir os folículos pilosos e causar irritação. 

    Outro ponto de atenção é o momento quando a pele está em seu estágio mais vulnerável, o que normalmente acontece depois da remoção dos pelos. É preciso evitar o uso de ácidos na região depilada ou barbeada, assim como a exposição ao sol nas 48 horas antes e depois do procedimento. 

    Ao depilar o corpo, evite o uso de roupas muito apertadas, pois podem encravar os pelos e causar foliculite. Já para o barbeamento, fique atento para trocar a lâmina de barbear quando ela começar a perder o corte. Nessa situação, elas puxam os pelos em vez de cortá-los, o que pode causar vermelhidão e ferimentos na pele.  

    Por fim, após o procedimento, evite o uso de óleos na pele para não obstruir os poros e provocar o surgimento de cravos e espinhas. Busque produtos para a pele com efeito calmante, de preferência com algum dos ingredientes mencionados nesse post. Por fim, capriche na proteção solar!

    INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER

    E fique sabendo em primeira mão de todas as novidades e descontos do mundo NIVEA!

    CONHEÇA AS CATEGORIAS DE PRODUTOS NIVEA ROSTO

    Rosto

    26 produtos

    Men

    19 produtos

    Rosto

    122 produtos

    Desodorantes

    73 produtos

    Corpo

    99 produtos

    Tipo de pele

    109 produtos