As olheiras normalmente são associadas à falta de sono e cansaço. Porém, existem outras razões para o surgimento de olheiras, cada uma com suas causas e soluções próprias. Entenda como reduzir suas olheiras e melhorar sua autoestima com NIVEA

O QUE É OLHEIRA?

Olheira é o nome dado às manchas escuras que aparecem embaixo dos olhos, sob a pálpebra. Cientificamente, as olheiras são chamadas de hipercromia periorbital. Hipercromia significa “excesso de cor” e periorbital quer dizer “ao redor dos olhos”.

Em geral, as olheiras provocam desconforto estético e queda na autoestima. Por isso, muitas pessoas acabam usando vários tipos de cosméticos sem entender exatamente como esses ingredientes interagem com as olheiras.

Por isso, antes de decidir qual produto utilizar, convidamos você a saber um pouco mais sobre as causas e os quatro tipos de olheiras. Confira a seguir.

O QUE CAUSA OLHEIRAS?

Uma das principais causas das olheiras é o fator genético. Procure saber se os seus pais ou avós têm olheiras, por exemplo. Se não for o caso, existem outras motivações para o surgimento das olheiras.

As olheiras também são causadas por uma hiperpigmentação na região dos olhos. Esse pigmento em excesso pode ser representado por acúmulo de melanina ou por abundância de vasos sanguíneos na região.

Além disso, podem surgir bolsas embaixo dos olhos que são causadas por acúmulo de gordura na região. Essa gordura, originalmente, serve como proteção para os olhos. Porém, por conta de flacidez na região da pálpebra, podem se manifestar como olheiras.

Essa flacidez é geralmente causada pelo envelhecimento, que também é uma das causas do aparecimento de olheiras. 

QUAIS SÃO OS 4 TIPOS DE OLHEIRAS?

Quando o assunto é olheira, é importante saber que cada uma tem suas próprias causas e características. Conheça um pouco mais sobre cada uma delas e descubra que tipo de olheira você tem. Com essas informações em mãos, fica muito mais fácil saber as causas e encontrar soluções compatíveis para lidar com as suas olheiras.

Ao todo, existem 4 tipos de olheiras:

OLHEIRA ESTRUTURAL

A olheira estrutural, também conhecida como olheira profunda, é causada por herança genética. Nesses casos, a anatomia óssea da região ocular é mais funda, causando desníveis que geram uma sombra castanha ao redor dos olhos. 

Esse tipo de olheira também pode estar associado à falta de ácido hialurônico na pele, ou à ausência de uma camada de tecido ou gordura na região subcutânea.

Para lidar com a olheira estrutural, é recomendado manter a hidratação constante da pele do rosto e fazer procedimentos de preenchimento com ácido hialurônico para devolver o volume à região.

OLHEIRA VASCULAR

Também chamada de olheira de cansaço, a olheira vascular está ligada a dificuldades na circulação sanguínea ou congestão dos vasos na região dos olhos. Por isso, ela tem uma cor que pode variar entre rosa, vermelho e arroxeado.

A olheira vascular normalmente aparece após noites de sono mal dormidas, episódios crônicos de rinite alérgica ou em pessoas que tem o hábito de coçar os olhos. O hábito de fumar e o consumo de álcool e sal em excesso também podem piorar o quadro.

Ela pode ser tratada com cosméticos que estimulam a circulação no local da aplicação, principalmente aqueles que tem vitamina C na sua fórmula. Outras alternativas são a drenagem linfática ou mudar alguns hábitos pontuais na sua rotina.

OLHEIRA PIGMENTAR

Em algumas pessoas, a olheira pode ser causada por fatores externos ao corpo. Esse é o caso da olheira pigmentar, que recebe esse nome por conta de um acúmulo de melanina na região dos olhos causado por exposição excessiva ao sol.

A melanina é uma proteína que dá cor à nossa pele, pelos, cabelos e olhos. Quando essa proteína se torna muito abundante, ocorre um processo chamado hiperpigmentação. Por essa razão, a olheira pigmentar tem uma coloração mais amarronzada. 

A olheira pigmentar também pode ter causas genéticas ou até mesmo origens étnicas, como é o caso de pessoas indianas, asiáticas ou árabes.

Ela pode ser aliviada por cosméticos que equilibrem a melanina na pele, como a linha NIVEA Luminous 630, ou por procedimentos estéticos como procedimentos com laser e luz intensa pulsada.

OLHEIRA MISTA

Dependendo da pessoa, pode ser difícil categorizar o seu tipo de olheira. Isso acontece porque muitas vezes há uma combinação de tipos. O resultado disso é o que chamamos olheira mista.

Por exemplo, você pode ter olheiras estruturais (por herança genética) combinadas com olheiras pigmentares (por exposição solar). Cada caso tem suas próprias causas e formas de lidar.

Assim, é preciso investigar quais são os tipos de olheira combinados e desenvolver uma solução casada para o tratamento. Por isso, recomendamos conversar sempre com o seu médico dermatologista para acompanhar o caso. 

COR DAS OLHEIRAS

Como forma de consulta rápida, preparamos um pequeno glossário com o significado das cores das olheiras. Assim, fica mais fácil identificar as causas do seu tipo de olheira e dar início ao tratamento adequado. Confira:

Estrutural ou profunda

Vascular

Pigmentar

Olheira castanha

Olheira azul

Olheira roxa

Olheira vermelha

Olheira rosa

Olheira preta

Olheira marrom

Olheira verde

COMO TIRAR OLHEIRAS?

Lidar com olheiras é uma tarefa contínua. Existem procedimentos estéticos, intervenções cirúrgicas e produtos cosméticos que podem ajudar no tratamento. Porém, o principal é desenvolver hábitos saudáveis e proteger o seu rosto do sol diariamente.

Outro ponto que pode ajudar a tirar olheiras e prevenir que elas apareçam novamente é cuidando da sua saúde mental e da sua saúde física.

Em muitos casos, olheiras surgem por conta de cansaço e choro, pois a vascularização do local aumenta e a região muda de cor. Por isso, mantenha sua terapia em dia e encontre formas de descansar e relaxar após um dia estressante.

1 - TRATAMENTOS ESTÉTICOS

Vamos recapitular alguns dos procedimentos que já mencionamos. O primeiro é o preenchimento com ácido hialurônico para olheiras profundas. 

Esse tratamento ajusta o desnível da estrutura óssea do rosto e reduz o aspecto escuro da região periocular. Em seguida, falamos sobre tratamentos com luz intensa pulsada e laser.

Esses procedimentos quebram a melanina de olheiras pigmentares em vários pequenos fragmentos. Assim, ocorre o clareamento das manchas escurecidas. Existem outros procedimentos que as clínicas de estética podem oferecer.

Para as olheiras vasculares, por exemplo, existe a carboxiterapia. Nesse procedimento, o esteticista faz uma infusão de gás carbônico na região dos olhos. Essa substância promove a oxigenação do tecido, fortalece os vasos sanguíneos e clareia a região. 

Nos casos de olheiras formadas por bolsas de gordura, a remoção por meio de cirurgia pode ser uma possibilidade. O nome dessa técnica é blefaroplastia, e os primeiros resultados podem ser vistos a partir de 15 dias do procedimento.

2 - PRODUTOS COSMÉTICOS

Se você busca uma alternativa menos invasiva, os cosméticos podem ser a saída. No entanto, você precisa estabelecer uma rotina de skincare organizada e constante para ver os resultados.

Além disso, o seu kit skincare também precisa estar muito bem selecionado, com produtos específicos para lidar com olheiras.

Nesses produtos, alguns ingredientes não podem faltar:

CAFEÍNA

A cafeína estimula a circulação na região das olheiras por seu efeito vasoconstritor, sendo excelente para olheiras vasculares. Ela também reduz o aspecto de cansaço nos olhos e diminui as bolsas de gordura;

ÁCIDO HIALURÔNICO

Além de ser usado como preenchimento para olheiras profundas, o ácido hialurônico também pode ser aplicado em forma de cosmético, muito comum em formato de sérum facial. Outras de suas funções são a hidratação a pele e a redução das linhas de expressão e rugas na região dos olhos;

LUMINOUS 630

O ingrediente inovador com mais de 10 anos de pesquisas nos laboratórios NIVEA presenteou o mundo com o creme antiolheiras Luminous 630. Sua ação equilibra a melanina na pele e promove um olhar mais iluminado com a ajuda da cafeína e do ácido hialurônico na fórmula.

3 - SOLUÇÕES CASEIRAS

Por último, você pode economizar algum dinheiro e apostar em tratamentos mais naturais com algumas soluções caseiras.

A camomila tem o poder de rejuvenescer a pele, ajudando a lidar com o inchaço e diminuir a cor escura das olheiras. Ela estimula a circulação nos vasos sanguíneos e, por isso, é uma boa resposta para olheiras vasculares.

Para aplicar, é muito simples: faça um chá de camomila e leve o saquinho ao freezer. O saquinho congelado vai agir como uma compressa quando aplicado sobre a região dos olhos.

Você também pode fazer compressas geladas utilizando soro fisiológico ou água boricada em pedaços de algodão ou gaze. Essas substâncias hidratam e eliminam as impurezas da pele.

Outra sugestão é criar o hábito de aplicar máscaras faciais diariamente na região dos olhos.

Algumas opções de ingredientes são:

MÁSCARA DE ÓLEO DE COCO

O óleo de coco é antioxidante e hidratante. Ele ajuda a amenizar as olheiras causadas por cansaço e falta de sono, devolvendo o aspecto saudável ao rosto;

MÁSCARA DE PEPINO

O pepino tem ação clareadora e ajuda a revitalizar a pele. Ele tem efeito anti-inflamatório e ajuda na circulação do sangue;  

MÁSCARA DE TOMATE

Os nutrientes do tomate ajudam a diminuir os efeitos negativos causados pela exposição ao sol, um dos maiores causadores de manchas na pele como as olheiras pigmentares. 

COMO PREVENIR OLHEIRAS?

Nossa última dica para você é como prevenir o aparecimento de olheiras. Para isso, lembre-se dos passos da rotina de skincare segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia

 

Higiene

Tonificação

Hidratação

Fotoproteção

 

Vamos falar um pouco sobre o primeiro item da rotina: higiene. Você precisa adquirir o hábito de fazer limpeza de pele diariamente, quando acordar e antes de dormir. Se você usa maquiagem, esse cuidado precisa ser redobrado.

O acúmulo de maquiagem de um dia para o outro contribui com a hiperpigmentação da pele na região dos olhos. Além disso, a maquiagem também obstrui os poros e causa desidratação na pele.

Outro ponto de extrema importância para prevenir olheiras é a fotoproteção, ou proteção solar. O uso do protetor solar facial é essencial para impedir o surgimento de marcas escurecidas no rosto causadas pelo sol.

Você também pode adotar algumas medidas de efeito imediato para aplicar no seu dia a dia e evitar as olheiras. Dois exemplos bem simples são massagem e compressa de gelo.

A massagem ajuda na drenagem linfática do local e a compressa estimula a contração dos vasos sanguíneos. Ambos os procedimentos dão um aspecto melhor à pele e tomam apenas alguns minutos do seu dia.

INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER

E fique sabendo em primeira mão de todas as novidades e descontos do mundo NIVEA!

CONHEÇA AS CATEGORIAS DE PRODUTOS NIVEA ROSTO

Antissinais

28 produtos

Rosto

122 produtos