Dos quatro tipos de pele estabelecidos pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, a pele oleosa é o tipo mais comum entre os brasileiros. Isso acontece porque vivemos em um país tropical, onde o clima é quente e úmido. Por isso, as glândulas sebáceas acabam produzindo mais sebo para proteger e lubrificar a pele.

Se você tem a pele oleosa, é importante entender o que esse tipo de pele representa, quais são cuidados com a pele você precisa ter na sua rotina de skin care e que produtos usar para garantir conforto e bem-estar.

Porém, se ainda não tem certeza, nós te ajudamos a identificar as características da pele oleosa e entender as causas, que podem ser internas ou externas ao corpo. Confira, também, uma sessão de perguntas e respostas para tirar todas as suas dúvidas aqui no blog NIVEA

    O QUE É PELE OLEOSA?

    A pele oleosa é provocada pela produção excessiva de sebo dentro das glândulas sebáceas, que acaba “vazando” e se acumulando sobre a pele. A função do sebo é diminuir a perda de água e manter a hidratação da pele e dos pelos, porém, pode causar oleosidade e o surgimento de acne quando acumulado.

    Os locais do corpo mais propensos à oleosidade na pele são o rosto, o peito e o tronco. Isso acontece porque são lugares com maior concentração de glândulas sebáceas, portanto, a produção de sebo é mais abundante. Outro lugar de destaque para o acúmulo de sebo é o couro cabeludo, onde ocorre a seborreia.

    Outro elemento que provoca a pele oleosa é o período correspondente à puberdade, responsável por transformações hormonais do corpo. A influência dos hormônios causa um aumento da produção de sebo e outras características, como excesso de brilho, poros dilatados e aspereza na pele.

    COMO IDENTIFICAR A PELE OLEOSA?

    Para identificar a pele oleosa, existem alguns sinais externos relacionados à aparência da pele. Outra forma de saber se você tem pele oleosa é prestar atenção às sensações que a sua pele oferece. Para isso, é importante enxergar, tocar, escutar seu corpo e buscar atender suas necessidades.

    CARACTERÍSTICAS DA PELE OLEOSA

    Algumas características da pele oleosa são: 

    Poros dilatados ou irregulares

    Ocorre quando os poros ficam mais visíveis por conta da produção excessiva de sebo, envelhecimento da pele ou obstrução por impurezas e células mortas;

    Brilho intenso

    Também causado pelo uso de produtos de maquiagem inadequados ou cosméticos muito pesados e oleosos, como protetor solar ou cremes; 

    Sensação pegajosa

    Além de ser uma característica da pele oleosa, pode também causar desconforto social e prejudicar a autoestima;

    Tendência à acne

    O excesso de oleosidade na pele pode causar o aparecimento de cravos e espinhas, podendo inclusive se caracterizar como pele acneica.

    Além da acne, a pele oleosa também pode ter maior propensão ao surgimento de outras doenças dermatológicas. Esse é o caso da rosácea, psoríase e alguns tipos de dermatite, como a dermatite seborreica e a dermatite atópica

    É essencial ter o acompanhamento de um médico dermatologista para lidar com consequências mais graves da sua pele oleosa.

    PELE OLEOSA: O QUE PODE SER?

    Identificar a pele oleosa muitas vezes não é suficiente: é necessário saber as causas. Algumas dessas causas são contornáveis e podem ser aliviadas ou remediadas com uma simples mudança de rotina. Além disso, elas podem ser externas ou internas ao corpo humano. 

    As causas externas são aquelas provocadas por elementos da natureza, como o sol e o vento. Já as internas, estão associadas a processos metabólicos e hormonais do corpo. Confira um pouco mais sobre cada uma delas!

    PELE OLEOSA: CAUSAS EXTERNAS

    Por conta de ser um órgão exposto, a pele sofre influência de agentes externos que podem amplificar a produção de sebo. Podemos classificar essas causas em três categorias: elementos da natureza, alimentação não saudável e cosméticos inadequados. Observe a tabela abaixo: 

     

    ELEMENTOS DA NATUREZA

    ALIMENTAÇÃO NÃO SAUDÁVEL

    COSMÉTICOS INADEQUADOS

    CALOR

    GORDURAS SATURADAS

    PRODUTOS COM MUITO ÓLEO

    UMIDADE

    GORDURAS TRANS

    CREMES GORDUROSOS

    EXPOSIÇÃO AO SOL

    AÇÚCAR EM EXCESSO

    HIDRATANTES PESADOS

    VENTO

    ALIMENTOS PROCESSADOS

    PROTETORES SOLARES PESADOS

    POLUIÇÃO

    CARBOIDRATOS REFINADOS

    MAQUIAGEM DE LONGA DURAÇÃO

     

    Outro elemento que pode causar pele oleosa é o álcool, tanto para o consumo em forma de bebidas quanto seu uso como veículo de cosméticos. Isso acontece porque o álcool pode provocar ressecamento e forçar a pele a produzir mais sebo como forma de compensação.

    E por falar em compensação, lavar o rosto em excesso também pode aumentar a oleosidade na pele. Isso acontece porque a lavagem remove o óleo natural da pele, fazendo com que o corpo entenda que a pele está desprotegida e desidratada. Assim, ocorre uma produção anormal de sebo para repor a perda. 

    Maus hábitos também podem causar o agravamento da pele oleosa, sendo o alcoolismo e o tabagismo os principais deles. Porém, espremer espinhas e dormir com maquiagem no rosto são igualmente prejudiciais e devem ser evitados.

    PELE OLEOSA:  CAUSAS INTERNAS

    A produção de sebo no corpo humano também sofre influência de agentes internos, sendo o principal deles a predisposição genética. Se os seus pais têm pele oleosa, existe a chance de você ter também. Além disso, alterações hormonais também estão entre as possíveis causas. 

    Hormônios são substâncias químicas que regulam algumas funções do organismo. Eles são produzidos pelas glândulas endócrinas do corpo, como a tireóide, o pâncreas, testículos e ovários. Alguns exemplos de alterações hormonais ocorrem em períodos como: 

    Puberdade

    A produção de hormônios sexuais, como a testosterona, atinge picos e promove transformações no corpo, aumentando a produção de sebo e causando acne

    Gravidez

    Não há exatamente uma prova de que a gravidez deixa a pele oleosa, mas os níveis do hormônio feminino estrogênio aumentam e podem interagir com as glândulas sebáceas, como ocorre durante a puberdade. Em alguns casos, os medicamentos prescritos no começo da gestação podem aumentar a oleosidade da pele, como é o caso do ácido fólico. 

    Menopausa

    Conforme a produção de estrogênio diminui no corpo, outro hormônio acaba sendo produzido em excesso: a testosterona. Isso pode causar excesso de oleosidade na pele, além do crescimento e aumento dos pelos em algumas regiões do corpo

    Estresse

    Nos momentos em que estamos estressados, nosso corpo produz um hormônio chamado cortisol. Esse hormônio provoca um estímulo nas glândulas sebáceas, que acabam produzindo mais sebo e oleosidade. 

    Algumas doenças também interagem com a produção de hormônios, podendo causar pele oleosa. Um exemplo é a síndrome do ovário policístico, pois o corpo produz mais testosterona em que tem essa condição de saúde

    PELE OLEOSA: COMO CUIDAR

    Como você viu até aqui, a pele oleosa tem muitas particularidades e necessidades. Por isso, é necessário saber como cuidar dela, adicionando à sua rotina de skin care cosméticos e ingredientes apropriados para combater o excesso de oleosidade na pele. 

    Confira algumas dicas sobre quais ações você deve tomar e quais produtos usar para ter uma pele bonita e sem brilho!

    ROTINA DE SKIN CARE PARA PELE OLEOSA 

    Existe uma quantidade interminável de produtos e estratégias para os cuidados com a pele. No entanto, a Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda uma rotina de skin care simplificada em três passos: limpeza, hidratação e fotoproteção. Esses três pilares são suficientes para manter a saúde da sua pele.

    1 - LIMPEZA DE PELE OLEOSA

    A limpeza de pele é essencial para quem tem pele oleosa e não pode ser feita de qualquer jeito. Lembre-se que a obstrução dos poros por impurezas e células mortas é uma das principais causas do acúmulo de sebo na pele. O ideal é que a limpeza de pele seja feita duas vezes por dia: antes de dormir e ao acordar.  

    Use sempre um sabonete para pele oleosa, pois eles não têm óleos ou fragrâncias em sua composição. Esses elementos podem obstruir os poros e causar acne. Para uma limpeza profunda, adicione um tônico adstringente na sua rotina de skin care para remover os resíduos que o sabonete não alcança. 

    É importante aplicar um esfoliante para pele oleosa pelo menos uma vez por semana. Sua ação é remover as células mortas que se acumulam sobre a pele ao longo do tempo, prevenindo a obstrução dos poros. Tanto tônicos quanto esfoliantes precisam ser escolhidos com cautela, pois podem causar irritações. 

    2 - HIDRATAÇÃO DA PELE OLEOSA

    O sebo produzido pelas glândulas sebáceas deixa a pele brilhosa e com aparência hidratada. Por essa razão, existe um mito que diz que a pele oleosa não precisa de hidratação. Porém, isso está bem longe da verdade. 

    Quando a pele não é hidratada corretamente, o corpo entende que ela está ressecada e responde com uma maior produção de sebo. Para evitar essa resposta fisiológica, é preciso manter a hidratação em dia como parte da sua rotina de skin care. 

    Evite produtos muito oleosos ou gordurosos, dando preferência a um hidratante para pele oleosa em gel, loção ou sérum. Esses veículos são mais adequados às necessidades do seu tipo de pele. Os componentes ideais para ajudar nessa função anti-oleosidade são o ácido salicílico e o ácido glicólico.

    3 - PROTEÇÃO SOLAR PARA PELE OLEOSA

    O último passo da sua rotina de skin care para pele oleosa é a ou proteção solar, ou fotoproteção. Lembra que a exposição excessiva ao sol é um dos fatores agravantes para esse tipo de pele? Isso acontece porque a radiação ultravioleta do sol força a pele a produzir mais óleo para preservar a hidratação.

    Por isso, é essencial usar protetor solar todos os dias, mesmo quando você não for à praia ou à piscina. Ao escolher o seu filtro solar, busque por texturas mais leves e de rápida absorção para não ficar com a sensação de pele pegajosa. Algumas opções são fórmulas com efeito matte ou toque seco. 

    O excesso de produção de óleo não é o único problema causado pela exposição ao sol sem proteção. Os raios solares podem causar envelhecimento precoce, surgimento de manchas escuras na pele e até mesmo câncer de pele. Lembre-se, também, de renovar a aplicação do seu protetor a cada duas horas.

    INGREDIENTES E PROPRIEDADES PARA PELE OLEOSA

    Uma rotina de skin care eficaz para pele oleosa não conta apenas com produtos de qualidade, mas com ingredientes e propriedades que potencializam seus efeitos. A natureza e a ciência caminham juntas para oferecer à sua pele benefícios que possam trazer mais qualidade de vida e bem-estar todos os dias. 

    INGREDIENTES PARA PELE OLEOSA

    Ácido glicólico

    Ajuda a remover as células mortas da pele e promove esfoliação leve. Sua função também envolve reduzir a produção de óleo e prevenir a formação de acne. No entanto, é preciso cuidado ao tomar sol, pois o ácido glicólico deixa a pele sensível aos raios solares;

    Ácido retinóico

    Um ingrediente obtido a partir da vitamina A, ele ajuda a controlar a oleosidade da pele e prevenir a incidência de acne. Além disso, também é indicado para suavizar rugas, prevenir o envelhecimento precoce e redução de manchas na pele

    Ácido salicílico

    Desobstrui os poros, reduz a oleosidade e oferece esfoliação leve. O ácido salicílico também tem propriedades anti-inflamatórias que ajudam a aliviar quadros severos de acne, além de atuar na renovação celular; 

    Cânfora

    Essa planta medicinal ajuda a controlar a oleosidade na pele, combate a acne e tem propriedades anti-inflamatórias e analgésicas. Não somente ajuda a acalmar a irritação na pele, mas também reduz a dor muscular e alivia contusões; 

    Niacinamida

    Também conhecida como nicotinamida ou vitamina B3, essa vitamina contribui no equilíbrio da produção de óleo, prevenção de cravos e espinhas e diminuição do tamanho dos poros da pele. Ela também ajuda a fortalecer a barreira protetora da pele, mantendo a hidratação ao diminuir a perda da umidade; 

    Vitamina C

    Obtida por meio de alimentos, a vitamina C ajuda no controle da oleosidade da pele por possuir ação anti-inflamatória no corpo. Além disso, é um poderoso antioxidante e ajuda a combater os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento;

    Zinco

    O representante mineral desta lista, o zinco trabalha junto à queratinização da pele, colaborando no controle da emissão de óleo na pele e redução de brilho. Além disso, também ajuda na redução de cravos e espinhas causados pela acne. O zinco também estimula a função dos glóbulos brancos, ajudando a potencializar o sistema imunológico.

    PROPRIEDADES PARA PELE OLEOSA

    Efeito matte

    Tem como função matificar a pele, ou seja, deixá-la sem brilho, opaca e fosca. Produtos com efeito matte também agem sobre o excesso de produção de óleo e a aparência de poros dilatados. Além de cosméticos, o efeito matte também está presente em produtos para cabelo e na maquiagem;

    Não comedogênico

    Essa nomenclatura vem da palavra “comedão”, que é o termo técnico para os cravos. Um produto não comedogênico é aquele que evita a obstrução dos poros da pele e o surgimento de erupções cutâneas como cravos e espinhas. Por isso, cosméticos com essa qualidade são os melhores amigos da pele oleosa; 

    Oil free

    Traduzindo para o português, oil freequer dizer “livre de óleo”. Assim, eles não prejudicam a rotina de skin care de quem tem pele oleosa e está buscando diminuir a produção de oleosidade, pois não contém óleos minerais ou óleos vegetais em sua composição; 

    Toque seco

    Uma outra possibilidade de nome para o efeito matte, normalmente presente em cremes e protetores solares. O toque seco é recomendado para quem tem pele oleosa, mas também pode ser usado por pessoas que não gostam do aspecto de oleosidade que alguns cosméticos deixam na pele. 

    Quando for comprar o seu cosmético para pele oleosa, busque por essas propriedades no rótulo. Elas são grandes aliadas no combate à oleosidade e à produção excessiva de sebo. 

    PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE PELE OLEOSA

    Para você que tem perguntas adicionais sobre pele oleosa, tire suas dúvidas com o nosso FAQ. Caso não encontre a resposta para a sua pergunta, deixe nos comentários que nós entraremos em contato.

    • O PERÍODO MENSTRUAL DEIXA A PELE OLEOSA?

      A relação entre a menstruação e pele oleosa ainda é inconclusiva. Na primeira fase do ciclo menstrual, chamada de fase folicular, o corpo produz menos estrogênio. Esse hormônio ajuda a manter os níveis de umidade da pele e reduzir o tamanho dos poros

      Por isso, quando ele está em baixa, pode haver uma tendência maior à ocorrência de oleosidade na pele. No entanto, estudos mostram que o período menstrual pode sim aumentar a produção de sebo em pessoas que já possuem pele oleosa.  

    • O QUE É BOM PARA PELE OLEOSA CASEIRO?

      Nem sempre o skin care é realizado com cosméticos industrializados e sintéticos. Às vezes, um produto natural e caseiro pode resolver os problemas da pele oleosa. Esse é o caso da argila verde, pois tem propriedades secativas, adstringentes e bactericidas. 

      Outra recomendação são os chás. Uma compressa fria dechá verde ou chá de hortelã feita sobre a pele oleosa ajuda a prevenir o aparecimento de cravos e espinhas, tem efeito adstringente e combate a oleosidade. 

      Você pode também criar um esfoliante caseiro com fubá ou aveia para desobstruir os poros, ou mesmo aplicar uma máscara de abacate, pepino ou babosa (aloe vera). Esses três vegetais ajudam a controlar a oleosidade da pele ao mesmo tempo que oferecem hidratação profunda.

    • QUAL HORMÔNIO DEIXA A PELE OLEOSA?

      O principal hormônio que deixa a pele oleosa é a testosterona. Isso vale para qualquer pessoa, seja homem ou mulher, pois todo corpo produz testosterona em quantidades diferentes. A testosterona está diretamente ligada às glândulas sebáceas, estimulando a produção de sebo. 

      No entanto, a testosterona não se limita a essa interação. Ela também pode afetar a textura da pele, causando aspereza ou espessamento. Isso normalmente acontece quando os níveis de testosterona no corpo estão em desequilíbrio, como ocorre durante a puberdade.

    INSCREVA-SE NA NOSSA NEWSLETTER

    E fique sabendo em primeira mão de todas as novidades e descontos do mundo NIVEA!

    CONHEÇA AS CATEGORIAS DE PRODUTOS NIVEA

    Antiacne

    12 produtos

    Pele Oleosa

    42 produtos

    Men

    19 produtos